مرحبـاً Selamat Datang Welcome Bienvenue Добро пожаловать Bienvenidos Sejam Bem-vindos

ÚLTIMA OPORTUNIDADE


PROFUNDAMENTE impressionado com o acontecimento que presenciei e passo a narrar faço-o na esperança de que ele consiga despertar nos corações adormecidos para as coisas de Deus, o desejo de uma vida dirigida no sentido da salvação em Cristo Jesus.
Viajando em um dos ramais da C. Paulista, em direção a Campinas, assentei-me ao lado de um senhor que, pelo aspecto físico, aparentava gozar de ótima saúde e contar 45 anos, aproximadamente; espírito comunicativo que era, passou logo a indagar-me sobre minha residência, relatando em seguida seus empreendimentos: italiano de origem, veio para o Brasil, após haver participado da grande guerra de 1918. Aqui, dedicando-se a agricultura, conseguiu posição financeira destacada. Estava agora, iniciando uma viagem à terra natal, onde ia, principalmente, em busca de dois irmãos flagelados pela recente guerra que ensanguentou o mundo. Contou-me com detalhes, as providências que havia tomado para garantir o êxito da viagem, de nada se esquecendo. Disse-me mais, que havia conseguido tudo com seu próprio esforço e com o auxílio de amigos e pessoas da família.Diante daquele cuidado que demonstrava para pleno sucesso da sua viagem, senti-me animado a fazer-lhe a seguinte pergunta: " E para a Grande Viagem, já tem tomado o amigo as necessárias providências ?" Sorrindo, com certa ironia, foi logo dizendo , que para isso havia muito tempo, e como eu insistisse em lhe falar sobre o amor de Jesus e da necessidade de se preparar para a grande viagem que nos deve conduzir a presença de Deus, notei que a palestra não lhe estava agradando, tendo ele, daí a instantes, mudado de banco, postando-se ao lado de um patrício que também tomava o trem. Após rápidos minutos, notei certa aglomeração em torno do lugar onde se assentara aquele meu ex-companheiro de viagem e palestra. Qual não foi o meu espanto e a minha terrível emoção ao aproximar-me do local. Aquele homem que alimentava doces perspectivas em torno de uma viagem à pátria distante, que se recusara a falar sobre a vida eterna, considerando assunto para futuro distante, estava ali sem vida, estendido por sobre a cadeira da estrada... E quem sabe? Vazio dos conhecimentos e da fé indispensáveis e que lhe foram oferecidos na etapa derradeira de sua vida, sua alma ia naquele instante aproximar-se do tribunal Divino!... Recusando-se nos últimos momentos que lhe restavam de vida terrena, a ouvir a mensagem da salvação, imbuido nos problemas seculares, conforme se encontra a maioria da humanidade, procastinando a maior e mais premente providência de sua vida, deixou ele escapar a última oportunidade para conhecer e quiçá aceitar o Salvador Jesus...

Por acaso tu riste, ó amigo
Quando ouviste falar de Jesus?
Mas é só Ele o único meio
De salvar pela morte da cruz

Meu amigo, hoje tu tens a escolha
Vida ou morte, qual vais aceitar?
Amanhã pode ser muito tarde
Hoje Cristo te quer libertar!

Que Deus abençoe e toque o seu coração

Extraído - testemunho verídico
A ÚLTIMA OPORTUNIDADE
PROFUNDAMENTE impressionado com o acontecimento que presenciei e passo a narrar  faço-o na esperança de que ele consiga despertar nos corações adormecidos para as coisas de Deus, o desejo de uma vida dirigida no sentido da salvação em Cristo Jesus.
   Viajando em um dos ramais da C. Paulista, em direção a Campinas, assentei-me ao lado de um senhor que, pelo aspecto físico, aparentava gozar de ótima saúde e contar 45 anos, aproximadamente; espírito comunicativo que era, passou logo a indagar-me sobre minha residência, relatando em seguida seus empreendimentos: italiano de origem, veio para o Brasil, após haver participado da grande guerra de 1918. Aqui, dedicando-se a agricultura, conseguiu posição financeira destacada.  Estava  agora, iniciando uma viagem à terra natal, onde ia, principalmente, em busca de dois irmãos flagelados pela recente guerra que ensanguentou o mundo.   Contou-me com detalhes, as providências que havia tomado para garantir o êxito da viagem, de nada se esquecendo. Disse-me mais, que havia conseguido tudo com seu próprio esforço e com o auxílio de amigos e pessoas da família.Diante daquele cuidado que demonstrava para pleno sucesso  da sua viagem, senti-me animado a fazer-lhe a seguinte pergunta: " E para a Grande Viagem, já tem tomado  o amigo as necessárias providências ?"   Sorrindo, com certa ironia, foi logo dizendo , que para isso havia muito tempo, e como eu insistisse em lhe falar  sobre o amor de Jesus e da necessidade de se preparar para a grande viagem que nos deve conduzir a presença de Deus, notei que a palestra não lhe estava agradando, tendo ele, daí a instantes, mudado de banco, postando-se ao lado de um patrício que também tomava o trem.   Após rápidos minutos, notei certa aglomeração em torno do lugar onde se assentara aquele meu ex-companheiro de viagem e palestra.   Qual não foi o meu espanto e a minha terrível emoção ao aproximar-me do local.  Aquele homem que alimentava doces perspectivas em torno de uma viagem à pátria distante, que se recusara a falar sobre a vida eterna, considerando assunto para futuro distante, estava ali sem vida, estendido por sobre a cadeira da estrada...   E quem sabe?   Vazio dos conhecimentos e da fé indispensáveis e que lhe foram oferecidos na etapa derradeira de sua vida, sua alma ia naquele instante aproximar-se do tribunal Divino!...  Recusando-se nos últimos momentos que lhe restavam de vida terrena, a ouvir a mensagem da salvação, imbuido nos problemas seculares, conforme se encontra a maioria da humanidade, procastinando a maior e mais premente providência de sua vida, deixou ele escapar a última oportunidade para conhecer e quiçá aceitar o Salvador Jesus...

Por acaso tu riste, ó amigo
Quando ouviste falar de Jesus?
Mas é só Ele o único meio
De salvar pela morte da cruz

Meu amigo, hoje tu tens a escolha
Vida ou morte, qual vais aceitar?
Amanhã pode ser muito tarde
Hoje Cristo te quer libertar!

Que Deus abençoe e toque o seu coração

Extraído - testemunho verídico

2 comentários:

De Melo disse...

Até no último momento, Deus faz o convite.. ninguém terá desculpas.

Natali Brust disse...

Com certeza!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

"NÃO TERÁS OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM. Êxodo 20:2

Pois os costumes dos povos são vaidade. O ídolo é apenas um madeiro que se corta do bosque, obra das mãos do artífice que o trabalhou com o machado.
Enfeitam-no com prata e com ouro; com pregos e a marteladas o firmam, para que não se abale.
São como o espantalho num pepinal, e não falam; necessitam de serem carregados porque não podem dar passo. Não tenhais medo deles; porque não podem fazer o mal, nem está neles o fazer o bem.
Jeremias 10:3-5

Devemos adorar só a Deus!!!