مرحبـاً Selamat Datang Welcome Bienvenue Добро пожаловать Bienvenidos Sejam Bem-vindos

sábado, outubro 31

O JOVEM TAMBOR

A primeira vez que li este testemunho, algo de sublime e elevado afetou meu coração, pela experiência vivida por seus personagens. Como ela tocou em meu coração, talvez também vá tocar naqueles que tiverem paciência de ler este relato. Deus o abençoe nesta leitura.

Durante a guerra americana fui eu cirurgião no exército dos Estados Unidos. Depois da batalha de Gettysburg houve centenas de feridos no meu hospital entre os quais 28 tão gravemente que precisavam dos meus imediatos serviços, para amputar pernas a uns, braços a outros, pernas e braços a alguns. Um destes estava ao serviço militar havia três meses, e como era ainda muito novo para soldado, alistara-se como tambor. Quando um de meus ajudantes e um dos enfermeiros lhe quiseram dar o clorofórmio, antes da operação virou a cabeça para o lado e recusou-se terminantemente a tomá-lo. Quando lhe disseram que era as ordens do médico, respondeu: “Mandem-me cá o médico”. Ao chegar ao pé dele perguntei-lhe: “Então meu rapaz, porque te recusas tomar o clorofórmio? Quando te encontrei no campo de batalha estavas tão mal que julguei quase inútil trazer-te para aqui, mas quando abriste esses grandes olhos azuis, pensei que talvez tivesses por este mundo fora, uma mãe que se estivesse lembrando do seu rapaz naquele momento. Não queria que morresses no campo, por isso ordenei que te trouxessem para aqui. Tens perdido tanto sangue e estás tão fraco que não poderá sofrer operação sem clorofórmio, portanto é melhor que deixes dar-to”.
Ele pôs a mão na minha e fitando-me disse” Senhor doutor, um Domingo de tarde, nas escola dominical quando tinha apenas nove anos e meio de idade, dei meu coração para Jesus. Aprendi nesse momento a confiar nEle desde então o tenho feito sempre, e sei que posso também confiar nËle agora. Cristo é a minha força e meu estímulo., E há de suster-me enquanto estiverem a amputar-me a perna e o braço”. Pedi então licença para lhe dar um gole de aguardente. Tornou a olhar para mim e disse”: “Doutor, quando eu tinha apenas cinco anos, minha mãe ajoelhou-se ao meu lado com o braço em volta do meu pescoço e disse: “Meu Carlos, estou agora orando e Jesus para que nunca conheças o gosto das bebidas alcoólicas; teu pai era dado ao vinho e disto morreu, e prometi a Deus, se fosse da sua vontade que vivesses, que havias de advertir outros jovens contra esse vício”. Hoje, tenho 17 anos, e nunca tomei bebida mais forte do que chá ou café, e como provavelmente estou prestes a comparecer na presença de Deus, quer o sr doutor que eu morra cheirando a aguardente? ...”.
Nunca poderei esquecer o modo como aquele rapaz, olhou para mim. Nesse tempo, eu odiava a Jesus mas respeitei a lealdade daquele jovem para com seu Salvador e, quando vi como ele amava e confiava no seu Senhor até o fim, senti-me comovido, e fiz por aquele rapaz o que nunca fizera por nenhum outro soldado; perguntei-lhe se queria ver um capelão evangélico. “Oh! Sim, senhor, respondeu.
Mandei chamar o sr “R***. Quando chegou, conheceu logo o rapaz por o ter encontrado muitas vezes nas reuniões campais de oração, e tomando-lhe a mão disse: “Carlinhos, tenho muita pena de te ver neste triste estado”.
- “Oh! Não se aflija, senhor”, respondeu. “O doutor ofereceu-me clorofórmio, mas eu recusei-o; depois quis dar-me aguardente, também recusei’; e agora se meu Salvador me chamar, quero ir para Ele no meu perfeito juízo”.
- “Talvez não morras, Carlos “, disse-lhe o capelão, mas se for da vontade de Deus chamar-te a Si, queiras que te faça qualquer coisa depois da tua partida? “.
- Peço-lhe que faça o favor de meter a mão debaixo do travesseiro, e tirar a minha Bíblia; nela encontrará a direção de minha mãe: faça o favor de lhe mandar a Bíblia com uma carta informado-a que desde que saí de casa nunca passou um dia sem eu ler uma porção da Palavra de Deus, orando diariamente, quer em marcha, quer no campo de batalha, quer no hospital, para que Deus abençoasse a minha querida mãe”.
- Que mais poderei fazer por ti, meu rapaz? Perguntou o sr R ***.
- Faça o favor de também escrever uma carta ao superintendente da escola Dominical evangélica de Sands Street, Brooklyn, N.Y., E comunicar-lhe que nunca esqueci as suas bondosas palavras; as muitas orações e bons conselhos que me deu, tem me seguido em todos os perigos da batalha, e agora, à hora da minha morte, peço ao meu amado Salvador que abençoe o meu querido superintendente; eis tudo quanto eu desejo”.
Depois voltando-se para mim, disse: - “Agora, doutor estou pronto, e prometo-lhe que nem sequer hei de gemer enquanto me cortar o braço e a perna, mas não me dê o clorofórmio”. Prometi, mas não tive coragem de pegar o bisturi e operar sem primeiro ir tomar um estimulante a fim de me dar ânimo para aquela tarefa.
Enquanto cortava a carne, Carlos Coulson nunca gemeu, mas quando peguei na serra para separar o osso, o rapaz pôs um canto da almofada na boca, e só lhe ouvi murmurar as seguintes palavras: “Jesus, ó bendito Jesus, sê comigo agora”. Carlos cumpriu sua promessa, e nunca gemeu.
Não pude dormir esta noite, porque, para qualquer lado que me virasse, via aqueles meigos olhos azuis, e quando fechava os meus ainda me soavam aos ouvidos aquelas palavras: “Ó Bendito Jesus, sê comigo agora “. Entre a meia noite e a uma hora, levantei-me e visitei o hospital, coisa que nunca fazia a não ser que tivesse uma chamada especial, tal era o meu desejo de ver aquele rapaz. Ã minha chegada fui informado pelo enfermeiro que 16, dos que estava, em estado desesperador, morreram, e foram levados para a morgue. “Como está o Carlos Coulson: já morreu? “Perguntei. Não respondeu o enfermeiro. “Está dormindo tão sossegadamente como uma criança”. Quando cheguei ao pé da cama onde ele jazia, disse-me uma das enfermeiras que, pelas nove horas, tinham vindo ao hospital dois membros da União Cristã da Mocidade para ler alguns trechos da Bíblia e cantar um hino. Eram acompanhados pelo sr R***, que se ajoelhou ao pé da cana de Carlos Coulson, e ofereceu uma fervorosa e comovente oração depois de cantarem, sempre de joelhos o doce hino, “Jesus Amante da minha alma”, acompanhando-os Carlos. Eu não podia compreender como aquele rapaz, depois de ter sofrido dores tão atrozes pudesse cantar.
Cindo dias depois da operação mandou-me chamar, e foi a ele que ouvi, naquele dia, as primeiras palavras sobre o Evangelho. “Doutor”, disse ele, “a minha ultima hora está próxima e não espero tornar a ver o raiar do dia, mas, graças a Deus, estou pronto para partir, e antes de morrer desejo agradecer-lhe do íntimo do meu coração toda a sua bondade para comigo. “Doutor, o senhor é judeu, não crê em Jesus; peço-lhe por favor que fique ao pé de mim para me ver morrer, confiando no meu Salvador até o último momento de minha vida”.
Diligenciei ficar, mas não pude; faltou-me a coragem para ver morreu um rapaz cristão, regozijando-se no amor daquele Jesus que me tinham ensinado a odiar, por isso sai precipitadamente do quarto. Uns vinte minutos mais tarde, um enfermeiro veio me procurar no meu gabinete particular, e disse-me: “Doutor, o Carlos deseja vê-lo “.
- Acabei de o ver há pouco “, respondi, e não tenho ânimo para lá voltar.
- “Mas, senhor doutor, ele diz que precisa fala-lhe antes de morrer”. Então resolvi a voltar para ao pé dele, afim de lhe dar uma palavra afetuosa e deixá-lo, mas estava decidido a não me deixar q influenciar por nenhuma das suas palavras, pelo menos no que dissesse respeito ao seu Jesus. Quando entrei na enfermaria vi que estava por pouco, e sentei-me ao pé da cama. Pegando-me na mão disse: “Doutor, gosto de ti por ser judeu; o melhor Amigo que encontrei neste mundo também era judeu”. Perguntei-lhe quem era e respondeu-me: “Jesus Cristo a quem eu quero apresentá-lo antes de morrer, e prometa-me , doutor, de que nunca esquecer daquilo que vou lhe dizer?”.
Eu prometi, então ele disse: “Há cinco dias, enquanto o doutor me estava cortando o braço e a perna, eu orava ao Senhor Jesus Cristo para que convertesse a sua alma”.
Estas palavras penetraram no meu coração. Eu não podia compreender como, enquanto lhe estava causando a mais intensa dor ele pudesse esquecer-se de tudo quanto lhe dizia respeito e pensar no seu Salvador e na minha alma por converter.
Sé lhe pude responder - “Está bem rapaz, em pouco tempo estarás descansando”. Com estas palavras deixei-o, e doze minutos depois tinham- se acabado seus sofrimentos para sempre.
Centenas de soldados morreram em meu hospital durante a guerra, mas apenas acompanhei um deles à sepultura, e esse foi o Carlos Coulson, o jovem Tambor, e caminhei quatro quilômetros e meio no seu enterro. Mandei que lhe vestissem um uniforme novo, e que o pusessem num caixão de oficial, e o cobrissem com a bandeira dos Estados Unidos .
As palavras daquele querido morto fizeram uma profunda impressão no meu espírito. Eu era rico naquele tempo, nas riquezas do mundo, mas teria dado todo o meu dinheiro para que os meus sentimentos para com Cristo fossem iguais o de Carlos: mais tais sentimentos não se compram com dinheiro, infelizmente bem depressa esqueci o seu sermão, mas não pude esquecer o meu jovem soldado cristão. Agora sei que naquele tempo estava sob uma profunda convicção de pecado, mas lutei contra Cristo como todo o ódio de um judeu ortodoxo durante quase dez anos, até que finalmente a oração daquele querido rapaz foi ouvida, e Deus converteu a minha alma.
Uns dezoito meses depois da minha conversão fui uma tarde a uma reunião de oração na cidade de Brooklyn. Era uma dessas reuniões em que os cristãos testemunham do amor e da misericórdia de seu Salvador. Depois de vários terem falado, levantou-se uma senhora de idade que disse: “Meus caros amigos, talvez seja esta a última vez que aqui tenha o privilégio de testemunhar por Cristo. O médico disse-me ontem que já quase não tenho pulmão direito e o esquerdo está afetado; por isso, pouco tempo poderei viver, mas o que me resta pertence a Jesus. Oh! É uma grande alegria saber que vou encontrar o meu filho no céu com Jesus. Ele não só era soldado do seu país, como também o era de Cristo. Foi ferido na batalha de Gottysburg, e foi tratado por um médico judeu, que lhe amputou um braço e uma perna, mas morreu cinco dias depois da operação. Um amigo mandou-me a Bíblia do meu filho e escreveu-me uma carta que dizia que o meu Carlos na hora derradeira mandara chamar esse médico e lhe dissera: “Doutor, antes de morrer quero dizer-lhe que há cinco dias, enquanto me cortava o braço e a perna eu orava ao Senhor Jesus Cristo para que convertesse a sua alma”.
Quando ouvi o testemunho desta senhora, não pude mais conter-me. Levantei-me , atravessei a sala, e tomando-a pela mão, disse: “Deus a abençoe minha querida irmã; a oração de seu filho foi ouvida e respondida. Eu sou o médico judeu por quem o seu Carlos orou, e o seu Salvador é agora o meu Salvador”.
.

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que n”Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Extraído

10 SUGESTÕES PARA O ANO 2010 SER MAL SUCEDIDO

2010 está a ponto de nascer... Vai aí uma lista de coisas que poderemos repetir e que certamente trarão conseqüências negativas para a nossa vida espiritual.
Eis 11 preceitos importantes para que este desastre aconteça...
1 - Coloque Deus em último lugar na sua escala de valores. Consulte-o sempre DEPOIS de cada decisão. E quando as coisas ficarem fora de controle jogue a culpa na igreja e nos outros.
2 - Dê mais valor às coisas do que às pessoas.
3 - Preocupe-se mais em ter do que ser. Procure satisfazer todos os seus desejos materiais, sem se importar com a igreja ou com o próximo. A ‘SUA” FELICIDADE é o que importa.
4 - Sacrifique-se mais e creia de menos. Esconda-se no ativismo e não cresça na fé.
5 - Faça do seu lar o lugar predileto do inimigo.
6 - Viva do passado. Relembre todas as suas amarguras e pessoas que o ofenderam. Guarde tudo no obscuro porão de sua vida e não deixe que o Espírito Santo entre nesse lugar. E quando a auto-piedade bater na porta do seu coração, deixe-a entrar e acomodar-se no sofá da sua existência egoísta.
7 - Negligencie sua vida de oração,leitura da Palavra e suas idas à casa de Deus. Tenha outras prioridades. Você não sente vontade mesmo e afinal, ninguém deve fazer nada por obrigação.
8 - Veja o lado estritamente negativo das coisas. Procure jogar água fria em todos os sonhos e projetos de valor dos outros e do reino de Deus.
9 - Tape os seus ouvidos ao clamor por santificação. Tenha prazer no pecado. Afinal todo mundo erra mesmo e vivemos no tempo da graça.
10 - Dê mais valor ao que é fácil. Coisas difíceis podem frustrá-lo. A decepção pode ser difícil de ser superada.
11 - Resolvi acrescentar mais um... Seja uma pessoa sem iniciativa prá nada. Acomode-se no seu mundo sem sonhos e planos espirituais maravilhosos. Fica na sua cadeira de balanço vendo o tempo passar e a sua idade avançar, sem tomar uma atitude de valor.
Cumprindo à risca esse item de sugestões, você certamente terá uma vida como o diabo gosta. Será um crente carnal e nenhuma diferença fará ao seu redor. Continuará vindo à igreja certamente, mas sua vida será destituída da PRESENÇA DE DEUS. Terá pouco ou nenhum interesse pelas almas perdidas. Não terá nenhum apreço pela obra missionária. Pouco se importará com a Obra do Senhor e seu reino. Não terá nenhum interesse pela VOLTA DE CRISTO. Enfim, um cadáver-ambulante, vazio de DEUS, cultivando uma gélida experiência religiosa, certo de que para uma mudança radical o preço exigido é alto demais e que você não deseja pagar... Se desejar que esta realidade não seja a sua, é só praticar o que está em Efésios capítulo 5 e seu 2010 será de vitória e não de fracasso. Comece o ano lendo várias vezes esta passagem.
Deus o abençoe!!!

HARMATTAN

Palavras de encorajamento, são como o Harmattan - aquele vento gostoso - que vem do deserto, para aliviar nossas momentâneas necessidades de refrigério nas horas tristes e destituídas de esperança, da nossa alma faminta, muitas vezes, de alguém que nos estimule com palavras de ânimo.
"Um menino, parcialmente surdo, retornou um dia da escola trazendo uma nota dos diretores. A mensagem sugeria aos pais que o retirassem da escola porque ele era “muito estúpido para aprender alguma coisa.“ A mãe, ao ler a nota, disse: “Meu filho Tom não é estúpido e incapaz de aprender. Eu mesma o ensinarei.“ E foi isso que fez. Quando Tom morreu, muitos anos mais tarde, todas as pessoas dos Estados Unidos lhe reverenciaram, desligando as luzes do país por um minuto. Este Tom era Thomas Edson, inventor a lâmpada elétrica e não apenas isto, mas também o filme cinematográfico e o toca-discos. Ao todo ele teve a seu crédito, mais de mil patentes. Sua perseverança poderá mudar não apenas a sua vida, mas todo o mundo ao seu redor. 15/1/07".

Coragem! Tudo acaba passando...

Lemos no Salmo 81: "Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito; abre bem a tua boca, e eu a encherei". Deus deseja que você abra sua boca, com grandes expectativas, e creia que vai receber algo dEle. Você deve nutrir um forte desejo de realização, sem o qual nada fará. (Salmo 81.10)

MALHAR EM FERRO FRIO - CINEMA E TOLERÂNCIA RELIGIOSA - QUE ACORDO HEIM?

O mundo está desmoronando como um velho livro cheio de traças e seu maior adversário continua sendo o imprevisível ser humano. Nem o avanço tecnológio e muito menos a filosofia ateísta, consegue aplacar esses piratas da ganância, do egoísmo e da indiferença. Uma decadência moral além dos limites, não conseguindo despir as vestimentas da maldade de um império capitalista decadente, e nem queimar os trapos imundos da política esquerdista e antagonicamente cruel e traiçoeira para com uma humanidade carente, sem forças e completamente desorientada. Vemos o caus tomando conta de toda a crosta terrestre. E neste contexto de sobrevivência, de esforços além da capacidade humanas, nos deparamos com debates inúteis com o tema:"Cinema e Tolerância Religiosa: Uma reflexão Contemporânea, realizado pelo Globo Universidade em parceria com a PUC-Rio. Será um debate entre "Cavalheiros", para chegarem a um acordo sugestivo e transparente? Nunca que o Cristianismo poderá suportar um acordo entre pensamentos opostos, entre religiôes totalmente divergentes. Debates desse tipo nunca tem um propósito real: o de se abandonar pensamentos contrários à vontade de Deus. A Bíblia nunca fez e nunca fará acordo, com aquilo que está fora dos seus padrões. A IRC, por mais que queira um diálogo entre religiões, jamais vai querer admitir, que sua intolerância vem desde os primórdios do evangelho no Brasil. Ela jamais vai admitir uma das suas características do passado, marcado pela oposição direta à evangelização do nosso país. As outras minorias religiosas jamais tiveram uma posição importante de interferência na plantação da semente da Palavra em terras brasileiras, como a Igreja católica romana. Seu perfil nunca foi de uma igreja amigável. Quem não conhece muito bem o histórico das igrejas protestantes no Brasil, possivelmente quererá defender um diálogo amistoso com a referida, mas estará indubitavelmente enganado, quanto às verdadeiras intenções de tais debates. A verdade sinistra (eheheh) é que as pessoas nunca chegaram a um acordo com respeito à Palavra de Deus e nunca chegarão. É como malhar em ferro frio. A Bíblia nos adverte:"2 Timóteo 2:14 Recomenda estas coisas. Dá testemunho solene a todos perante Deus, para que evitem contendas de palavras que para nada aproveitam, exceto para a subversão dos ouvintes". E no final deste túnel obscuro, não vão chegar a acordo nenhum. Cada um desses personagens que estão sendo citados para participar desta conferência, deveriam ficar em casa. Se é para tratar superficialmente de um problema tão grave - intolerância religiosa - deveriam ir tratar de assuntos mais propensos a ter uma solução, do que ficar perdendo tempo com idéias que não vão levar a nada.

quinta-feira, outubro 29

ATEUS FRUSTRADOS!

Deve ser muito frustrante ser ateu. O cara, nessa paranóia de negar tudo o que ele não aceita ou entende; neste existir sem perspectiva nenhuma de eternidade, de pertencer a alguém ou a algum lugar, carrega um cadável preso a si mesmo. O cadáver do vazio,já que sua idéia não ultrapassa o túmulo e não aceita o pós-vida. Então aqueles que morreram na infância, não tem sentido nenhum, terem saído do útero, ultrapassado o canal vaginal, e aterrizado no mundo. Se fosse possível escolher, permaneceria no lugar de onde veio... Mas a expulsão é inevitável. Não tem volta! E o ateu materialista, se recusa a aceitar uma vida além da vida. Sair do útero para não mais voltar é assustador. E assim é a morte! Não há volta! E neste inantingível humano, nesta encruzilhada de difícil acesso, encontra-se Deus. Deus! Palavra além do nosso fútil entendimento. A ciência é realizada com passos de risco. Ou você se arrisca a crer, e ser guiado pela esperança, ou fica mergulhado na escuridão de seus pensamentos sem rumo, sem pespectiva, sem objetivo, no desespero de se sentir inútil e vazio. Vença os cadáveres agarrados ao seu corpo. Acredite em Deus!

Romanos 1:20 Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis;
Romanos 1:21 porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.

Como alguém falou: "O pior não é morrer, mas é viver sem sentido". - Wander Ferreira Gomes, em Juventude, 4-Trim-1991.

quarta-feira, outubro 28

O QUE É MISSÃO.

Existe hoje uma confusão generalizada no meio dos cristãos, a respeito do que é missão. Assim como antigamente, hoje tudo se convencionou chamar de missão. Ora se tudo é missão, nada é missão, diz Stephen Neill.

Tentar definir missão não é tarefa fácil. É claro que houve uma evolução natural do termo ao ponto de “missão” incluir tudo, porém sem se identificar com esse todo. Pôr exemplo missão não é sinônimo de evangelismo, pois se tudo que a Igreja fizer for chamado de evangelismo, então nada é realmente evangelismo.
No dizer de John Stott, “missão” significa atividade divina que emerge da própria natureza de Deus”. Foi o Deus vivo quem enviou a seu filho Jesus Cristo ao mundo, que enviou pôr sua vez os apóstolos e a Igreja. Enviou também o seu Espírito Santo à Igreja e hoje envia aos nossos corações.

Daí surge a missão da Igreja como resultado da própria missão de Deus, devendo aquela ser modelada pôr esta. Para que todos nós entendamos a natureza da missão da Igreja, precisamos entender a natureza da missão do Filho. Não podemos pensar em missão como um dos aspectos do ser Igreja, um departamento, mas como afirma o Dr. J. Andrew Kirk, “a Igreja é missionária pôr natureza ao ponto de que, se ela deixa de ser missionária, ela não tem simplesmente falhado em uma de suas tarefas, ela deixa de ser Igreja.”

Para nós entretanto, não nos resta outra opção a não ser entender a missão a luz do ministério de Jesus. O que implica em dizer que missão é ser enviado; “Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio a vós” (João 20:21). Primeiramente ao mundo. Johannes Blauw, em a Natureza Missionária da Igreja, diz que “Não há outra Igreja, que não a Igreja enviada ao mundo”. Fomos enviados para que nos identifiquemos com outras pessoas, pois de fato o que Jesus fez foi se identificar conosco assumindo nossos pecados, experimentando nossa fraqueza, sendo tentado e morrendo a nossa morte. Somos enviados pôr Cristo para encarnar as necessidades das pessoas, necessidades espirituais e materiais num mundo cada vez mais hostil.
Em segundo lugar, se compreendermos a missão de Jesus corretamente, vamos descobrir que ele veio ao mundo também com a missão de servir. Charles Van Engen ao citar Dietrich Bonhoeffer diz, “a Igreja existe para a humanidade no sentido de ser o corpo espiritual de Cristo e – a semelhança de Jesus – é enviada como serva”. Marcos 10:45 diz que “o próprio Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. A nossa missão como a dele deve ser uma missão de serviço.

Quero concluir com um outro texto de John Stott dizendo que: “Missão, antes de tudo, significa tudo aquilo que a Igreja é enviada ao mundo para fazer.” Sendo que na sua caminhada ela deve mostrar a vocação da sua missão que é ser enviada ao mundo para ser Sal da Terra e enviada ao mundo para que lhe sirva de Luz do mundo.

Albert Schweitzer

Minha matéria preferida na escola, era história (e continua sendo eheheh). Biografias me emocionam e me fazem questionar sobre a minha própria vida, e o rumo que tenho dado a ela. Li a biografia desse servo de Deus com grande admiração. Sei que os livros não tem um capítulo para as fraquezas humanas, mas o importante é saber, que existem pessoas com firmes propósitos na mente e no coração; e que não importando as circunstâncias, dão pernas para os seus desejos e sonhos.
Transcrevo aqui, um resumo, não do livro que li, mas um relato rápido, colhido de um outro blog. Deus abençoe a vida daqueles que lerem este texto, motivando-0s a ampliarem seus horizontes de serviço a Deus.



\'É um homem grande, 1.90 de altura; obviamente, um homem forte. Seus cabelos castanhos já estão grisalhos. E tem um grande bigode. Seus olhos profundos são azuis e bondosos. E o seu piscar revela humor. Um veadinho se esfrega nele pedindo carinho e sua mão grande deixa a caneta sobre a mesa e delicadamente agrada o bichinho. Lá fora, os crocodilos algumas vezes dormem com suas enormes mandíbulas abertas. E há os hipopótamos, os pelicanos, a vegetação impenetrável que se reflete nas águas barrentas do rio.\'

A aparência é de um homem sólidamente plantado nesse mundo. Mas não é verdade. Seu coração e sua cabeça se movem de acordo com uma lógica estranha de um outro mundo que só ele vê.

Nasceu em 1875, numa aldeia da Alsácia, filho de um pastor protestante. Desde muito cedo ficou claro que ele era diferente. Sua sensibilidade para a música chegava à dor. Ele mesmo conta que, à primeira vez que ouviu duas vozes cantando em dueto - ele era muito pequeno ainda - ele teve de se encostar na parede para não cair. Outra vez, ouvindo pela primeira vez um conjunto de metais ele quase desmaiou por execesso de prazer. Com cinco anos começou a tocar piano. Mas logo se apaixonou pelo órgão de tubos da igreja na qual o seu pai era pastor. Aos nove anos já era o organista oficial da igreja, e tocava para os serviços religiosos.

Sentimento amoroso idêntico lhe provocavam os animais. Ele relata que, mesmo antes de ir para a escola, lhe era incompreensível o fato de que as orações da noite que sua mãe orava com ele apenas os seres humanos fossem mencionados. \'Assim, quando minha mãe terminava as orações e me beijava, eu orava silenciosa-mente uma oração que compus para todas as criaturas vivas\' : Oh, Pai, celeste, protege e abeçoa todas as coisas que vivem; guarda-as do mal e faz com que elas repousem em paz.\'

Ele conta de um incidente acontecido quando ele tinha sete ou oito anos de idade. Um amigo mais velho ensinou-o a fazer estilingues. Por pura brincadeira. Mas chegou um momento terrível. O amigo convidou-a a ir para o bosque matar alguns pássaros. Pequeno, sem jeito de dizer não, ele foi. Chegaram a uma árvore ainda sem folhas onde pássaros estavam cantando. Então o amigo parou, pôs uma pedra no estilingue e se preparou para o tiro. Aterrorizado ele não tinha coragem de fazer nada. Mas nesse momento os sinos da igreja começaram a tocar, ele se encheu de coragem e espantou os pássaros.

Seu amor pelas coisas vivas não era apenas amor pelos animais. Ele sabia que por vezes era preciso que coisas vivas fossem mortas para que outros vivessem. Por exemplo, para que as vacas vivessem os fazendeiros tinham de cortar a relva florida com ceifadeiras. Mas ele sofria vendo que, tendo terminado o trabalho de cortar a relva, ao voltar para a casa, as suas ceifadeiras fossem esmagando flores, sem necessidade. Também as flores têm o direito de viver.


Também não podia contemplar o sofrimento dos animais em cativeiro. \' \'Detesto exibições de animais amestrados. ´Por quanto sofrimento aquelas pobres criaturas têm de passar a fim de dar uns poucos momentos de prazer a homens vazios de qualquer pensamento ou sentimento por eles.\'


O nome desse jovem era Albert Schweitzer. Doutorou-se em música, tornou-se o maior intérprete de Bach da Europa, dando concertos continuamente. Doutorou-se em teologia e escreveu um dos mais importantes livros de teologia desse século. Doutorou-se também em filosofia, e era professor na universidade de Estrasburgo, sendo também pastor e pregador.


Schweitzer tinha tudo aquilo que uma pessoa normal pode desejar. Ele era reconhecido por todos. Mas havia uma frase de Jesus que o seguia sempre: \'A quem muito se lhe deu, muito se lhe pedirá.\' E, aos vinte anos, ele fez um trato com Deus. Até os trinta anos ele iria fazer tudo aquilo que lhe dava prazer: daria concertos, falaria sobre literatura, sobre teologia, sobre filosofia. Ao trinta anos ele iniciaria um novo caminho. E foi o que ele fez. Aos trinta anos entrou para a escola de medicina, doutorou-se em medicina, e mudou-se para a África, para tratar de uns pobres homens atacados pelas doenças e abandonados. E lá passou o resto de sua vida.


É preciso entender que Schweitzer não era só um médico curando doentes. Ele não se conformaria com isso. Dentro dele viviam a música, a filosofia, o misticismo, a ética. Schweitzer sabia que somente o pensamento muda as pessoas. E o que ele mais desejava era descobrir o princípio que vivia encarnado nele. E ele conta que foi numa noite - ele e remadores navegavam pelo rio para chegar a uma outra aldeia - seu pensamento não parava - e ele se perguntava - \'qual é o princípio ético?. De repente, como um relâmpago, apareceu na sua cabeça a expressão: reverência pela vida. Tudo o que é vivo deseja viver. Tudo o que é vivo tem o direito de viver. Nenhum sofrimento pode ser imposto sobre as coisas vivas, para satisfazer o desejo dos homens.


Há algo estranho na psicologia de Schweitz\\er. Um dos maiores desejos da alma humana - de todos - é o desejo de reconhecimento. Na Europa Schweitzer era admirado universalmente: organista, filósofo, teólogo, escritor. Aos vinte e poucos anos seu nome já era símbolo. Aí toma uma decisão que o levaria para longe de todos os olhos que o admiravam: a absoluta solidão de uma aldeia miserável. Hoje uma decisão como a dele seria imediatamente notada: os jornais e a televisão logo fariam brilhar a sua imagem de Cavaleiro Solitário - e ele apareceria como heroi. Seria grande, imensamente grande na sua renúncia! Também as renúncias podem ser motivo de vaidade! ( A esse respeito relembro a última cena do filme O Advogado do Diabo. Merece ser visto de novo. )Mas ele opta pela invisibilidade, a solidão, longe de todos os olhos e de todos os aplausos.. Isso só tem uma explicação: ele era, antes de tudo, um místico. O que lhe importava não era a brilho narcísico mas a consciência de ser verdadeiro com o princípio de \'reverência pela vida\', o seu mais alto princípio religioso.


Esse princípio, Schweitzer viveu intensamente. Não é difícil ter reverência pelas coisas fracas, a relva, os insetos, os animais. Fracos, eles não têm o poder de nos resistir. Difícil é ter reverência pelos homens fortes, que se encontram ao nosso lado. Jesus ordenou \'amar o próximo\'. Porque é fácil amar o distante. O próximo é aquele que está no meu caminho, que tem o poder de me dizer não. Mais difícil que amar os doentes, que são carência pura, fraqueza pura, dependência pura, mendicância pura, é amar aqueles que estão ao meu lado e que são tão fotrtes quanto eu. Reverência pelos que estão ao meu lado. Se Schweitzer se relacionou com os pobres negros doentes por meio da compaixão, ele se relacionou seus próximos, iguais, companheiros de hospital por meio de amizade. E ele formula, na sua Ética, o princípio de que \'um homem nunca pode ser sacrificado para um fim.\'


Schweitzer não era um ser desse mundo. Talvez ele tenha compreendido isso e que essa tenha sido uma das razões porque ele saiu do mundo civilizado, se embrenhando nas selvas da África. No mundo civilizado, das organizações, será possível ter reverência pelo próximo? Na lógica das organizações não há \'próximos\' nem amigas. A lógica das organizações diz: \'cada funcionário é apenas um meio para o fim da organização, não importa quão grandioso ele seja! Nas organizações os sinos das igrejas não tocam para impedir que o pássaro seja morto.

Extraído:
http://www.rubemalves.com.br/AlbertSchweitzer.htm


PENSAMENTOS
Os anos enrugam a pele, mas renunciar ao entusiasmo faz enrugar a alma.
Albert Schweitzer

Assim como o sol derrete o gelo, a gentileza evapora mal entendidos, desconfianças e hostilidade.
Albert Schweitzer

O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos.
Albert Schweitzer

NO QUE NÃO CREIO

Não creio na infalibilidade papal, pois a Bíblia é categórica, em afirmar:"Que todos pecaram, e carecem da glória de Deus". Infalível só Jesus Cristo.
Não creio que a "Esquerda" é capaz de solucionar todos os problemas da humanidade.
Não creio no humanismo. Que ele seja dotado de poder, para transformar este mundo num lugar paradisíaco.
Não creio na alucinada teoria da evolução, cujos seguidores são afoitos demais em radicalizar um conceito, do qual eles mesmos não tem total certeza.
Não creio que a ausência de sofrimento é base para sermos felizes. O sofrimento é um banquete oferecido, para quebrar nossa arrogância e soberba, para nos ensinar lições preciosas de sobrevivência neste mundo.
Não creio em tudo que a mídia tenta empurrar goela abaixo das pessoas. Creio que ela é totalmente manipulada por mentes diabólicas ehehehehe

sábado, outubro 24

FARTOS DE MEL!

Provérbios 27:7) Para quem está de barriga cheia, o mel mais doce não tem valor mas para quem está morrendo de fome qualquer sobra de comida é deliciosa.
E muitos estão assim hoje em dia, com relação às oportunidades que Deus oferece fartamente. Estão enfastiados de ouvir o chamado do Senhor. Mas, haverá um tempo, em que a oportunidade não será mais uma porta aberta:ela estará selada para sempre!

quarta-feira, outubro 21

CARNES GORDAS

A cada dia que passa, muitos se distanciam da verdadeira pregação cristã, envergonhando o caminho que vários mártires cristãos percorreram.
Estou cansada desses tele-evangelistas prometendo o que a Bíblia, nunca afirmou que aconteceria para todo mundo: prosperidade, saúde, dinheiro e felicidade. Vendem seu peixe, sem qualquer constrangimento. Anulam a soberania de Deus e sua autoridade suprema, mercadejando a Palavra. Eles me fazem lembrar o texto profético de Zacarias 10:3; 11:16
"Contra os pastores se acendeu a minha ira, e castigarei os bodes-guias; mas o SENHOR dos Exércitos tomará a seu cuidado o rebanho, a casa de Judá, e fará desta o seu cavalo de glória na batalha".
"Porque eis que suscitarei um pastor na terra, o qual não cuidará das que estão perecendo, não buscará a desgarrada, não curará a que foi ferida, nem apascentará a sã; mas comerá a carne das gordas e lhes arrancará até as unhas".

Muitos tem dado até o que não tem para os cofres de determinadas igrejas, que nada mais querem do que arrancar até as unhas das ovelhas.

terça-feira, outubro 20

O QUE DIZER DA R7?

Enviei um email para a R7, elogiando uma reportagem deles sobre os mendigos do Brasil, e sugeri que fizessem uma, sobre o trabalho extraordinário que o Rev. Wildo Gomes dos Anjos, desenvolve em Anápolis, resgatando moradores de rua: tirando-os da mendigância e dando-lhes uma nova chance de vida.
Eis a resposta que transcrevo literalmente ehehehehe

Prezado(a) Natali Brust,

Acusamos o recebimento do seu e-mail, o qual já foi destinado à área competente.

Sugestões, críticas, elogios e quaisquer outras formas de expressão serão apreciados pelo responsável direto. Propostas de projetos recebidas por nós, registradas ou não, nem serão abertas e, portanto, não serão submetidas a qualquer análise. Em função disso, a Record não assumirá nenhum tipo de compromisso, seja ele comercial ou autoral. Desde já, agradecemos a sua participação.

Acompanhe nossa programação, acesse:
http://www.rederecord.com.br

Atenciosamente,

Rádio e Televisão Record S/A


Estranho, uma empresa querer ser a "Nº1" do Brasil em audiencia e não considerar sugestões de seus mantenedores de ibope. ehehehehe
Sem mais comentários.

segunda-feira, outubro 19

MAIS E.V.A.

Lembrancinha dia das mães.




DEDOCHES




MOLDE elaborado por mim



Visual para um estudo sobre o salmo 23 para crianças
Cada visual separado:  árvore, ovelhas, pastor e fundo com água.


Descobri que podemos colorir o EVA, com lápis de cera (pastel macio. Dá um toque especial, mas tem que ser lápis de cera macio).

Veja este marcador de livros







A DIVINDADE DE CRISTO


NAPOLEÃO BONAPARTE
Estas foram as suas palavras proferidas por ocasião de seu exílio na Ilha de Santa Helena: “Eu tenho inspirado em grandes multidões tamanha devoção à minha pessoa que meus seguidores dariam a sua vida por mim, mas para conseguir isto era mister eu estar presente com eles ,com as influencias magnéticas do meu olhar, das minhas palavras, da minha voz, do meu gesto. Só Cristo pode de tal forma elevar a mente do homem para com o invisível que essa mente se tornasse insensível às barreiras do tempo e do espaço. Através de um abismo de 18 séculos, Cristo faz um apelo que, acima de todos os outros, é difícil de satisfazer. Pede aquilo que um filósofo às vezes procura em vão dos seus amigos , um pai dos seus filhos, uma esposa de seu marido, um homem de seu irmão,,, Pede o coração, cuja posse exclusiva quer para Si. Pede-o sem condições, e eis que incontinente o Seu requerimento é atendido. Maravilhoso! A despeito do tempo e do espaço, a alma do homem, com todos os seus poderes fica como que território anexo ao seu Reino.
Julgo conhecer os homens, um pouco, porém, nenhum deles se assemelha a Jesus; Jesus Cristo é, portanto, mais do que homem.
Todos quantos sinceramente crêem em Jesus Cristo experimentam esse amor extraordinário e sobrenatural para com a sua Pessoa. Este fenômeno é inexplicável, está além do escopo dos poderes criadores do homem. O tempo, que tudo destrói, não tem poder para extinguir a chama desse amor, não pode tirar-lhe a força, nem por-lhe limites ao alcance. É isto o que mais me impressiona, ao pensar muitas vezes sobre o assunto. “É isto o que me prova concludentemente, além de toda a dúvida, a divindade de Jesus Cristo”.
Extraido “A Divindade de Cristo"
Profº Jorge Buarque Lira – 3ª Edição/1943

sábado, outubro 17

O EVANGELHO, PODER DE DEUS PARA A SALVAÇÃO

Isso aconteceu no Brasil. Certa noite, um assaltante invadiu uma casa. Ele ouviu barulhos e se escondeu debaixo de uma cama. Para seu horror, a família inteira entrou no mesmo quarto onde ele estava. O pai sentou-se na cama. Ele pegou um livro e leu uma página para sua esposa e filhos. O assaltante jamais ouvira palavras tão maravilhosas. Após a leitura, todos se ajoelharam para orar. O pai falou com Deus como se fala com um amigo íntimo. O bandido nunca imaginou que alguém pudesse se dirigir a Deus de uma maneira tão sincera e confiante.
Depois, a família foi dormir e a casa ficou em silêncio. O invasor saiu do esconderijo e fugiu, ainda tremendo sem levar nada, além daquele misterioso livro preto que fora deixado sobre a mesa.
Era uma Bíblia, e ele a levara. Começou a lê-la com muitoi interesse. Aquele homem gradualmente concluiu que naquele livro estava o segredo da verdadeira felicidade. Aguns meses se passaram antes que se voltasse a Deus, crendo na morte sacrificial de Jesus Cristo e confessando seus pecados para obter perdão.
O que deveria fazer agora? Ele devolveu a Bíblia para o dono e contou-lhe a história de sua conversão. No mesmo quarto, o pai de família e o ex-ladrão louvaram a Deus por serem, agora, irmãos em Cristo.

Extr Boa Semente/05

MINHAS PONDERAÇÕES SOBRE O CÉU

Não poucos já vi zombando daquilo que julgam irreal e criado pela imaginação fértil das pessoas; e me pergunto, a razão de se duvidar da possibilidade mais realista de que se tem notícia. Não tenho dificuldade nenhuma em crer num Deus que nos ama e que nos prometeu enxugar todas as lágrimas e ainda nos preparar uma terra perfeita e completa. Que idéia mais fútil e mesquinha a respeito de um lugar: "De nuvenzinhas brancas com anjinhos tocando harpinhas" Que ridículo!!!! O céu é um lugar de alegria, movimento, sabedoria a ser aprendida ou recebida estantaneamente, não sei. Mas, não é um lugar estático, contemplativo, imóvel, semgraça (ou sem graça? eheheh)tedioso, sem perspectivas. Quem não quiser ir prá lá e preferir outro lugar (ahahaha), faça fila... Eu quero estar junto a meu Deus. O Deus a quem sirvo é inteligência, sabedoria, totalidade, poder inigualável. Está cercado de glória! Não tem a mente finita e ignorante dos seres mortais.

João 14

1) "Que os corações de vocês não fiquem aflitos. Vocês confiam em Deus; agora confiem em Mim.
2) Existem muitas moradas lá onde meu Pai mora, e eu vou preparar algumas para vocês. Quando tudo estiver pronto, então Eu virei buscar todos, para que possam sempre estar comigo, onde Eu estiver. Se não fosse assim, Eu lhes diria.
4) E vocês sabem onde Eu vou e como chegar até lá."
5) "Não, nós não sabemos", disse Tomé. "Não temos nem idéia de qual é o lugar para onde o Senhor vai; portanto, como podemos saber o caminho?"
6) Jesus disse: "Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém pode chegar até o Pai, a não ser por mim

PEQUENA CARTILHA SOBRE DROGAS













quinta-feira, outubro 15

Bom-HUMOR

Ônibus errado
O rapaz ia estudar numa faculdade do interior e assim que subiu no ônibus, o pai foi logo avisando: - Eu vou fazer o possível e o impossível para te manter durante o ano inteiro, mas saiba de uma coisa: se você for reprovado, eu vou te dar um bom castigo! Chegando lá, o rapaz caiu na farra e no final do ano não deu outra, foi reprovado. Desesperado, mandou um telegrama para a mãe: "Mamãe, prepare o papai! Fui reprovado!". Dois dias depois a mãe lhe respondeu: "Papai preparado! Prepare-se você!".

frases bem-humoradas

* A maior prova que existe vida inteligente fora da Terra, é que eles não entraram em contato conosco. (Fonte: Henrique Leite Aurichio, hleite@inatel.br).

* Quem não tem cultura comete alguns gafes, como a daquele casal que, havendo chegado atrasado ao teatro, no momento exato em que o apresentador anunciava: "Ouviremos agora, a Quinta Sinfonia de Beethoven". O marido desabafou com a mulher: "Viu?! Por sua causa perdemos as outras quatro!"

*O marido, chateado: - "Querida, por que você está usando a aliança no dedo errado?" A mulher, chateada: - Porque me casei com o homem errado.

VANTAGENS

* Não sente frio como a maioria das pessoas.
* Atende ao apelido carinhoso de "Fofinho" ou "Fofa".
* Chama mais a atenção do que os outros.
* Se destaca bem em qualuqer lugar.
* Fica bem conhecido na cidade. Quem nunca viu uma plaquinha carinhosa dizendo:"Bar do Gordo"?
* Vai pro céu mais cedo.
* Sempre vão deixar você ir no banco da frente dos automóveis.
* Amortece a queda em questão de acidentes. Corre pouco o risco de ter osteosporose.
* As rugas quase não aparecem.
* Quase todo gordo tem pinta de simpático.
* É a festa das lojas de tecido.

DESVANTAGENS

* É difícil achar uma cadeira para se sentar.
* Não passa na catraca dos ônibus.
* É visto como um comilão. É o terror das Pizzarias em quarta-feira de rodízio.
* Tem que comprar duas passagens para poder viajar tranquilo.
* Morre cedo. Você já viu um gordo bem velhinho?
* Seu coração trabalha prá dois.
* Se o elevador pifar, e ele morar no 13º andar, o bicho vai pegar.
* Só entra em jogo, quando a última opção é justamente ele.
* Tem dificuldade para arrumar namorado(a).
* Tem que aguentar piada de "gordo".
* É sempre o culpado pelo sumiço das coisas na geladeira.
* até boné não consegue achar prá comprar.
* Já viu vaso sanitário feito prá gordinho?
* não pode nem se divertir em roda gigante. Seu único divertimento é subir e descer escada rolante.
* A cama tem que ser bem reforçada, pois sabe como é... Não se pode correr riscos.
Mesmo diante dessas tristes verdades, o amigo gordo é sempre bem-vindo. Não importa as aparências, o coração sempre fala mais alto, e os gordinhos, convenhamos são mesmo muito simpáticos.

PARA NÃO DEIXAR DE VER

FILME: DIA DE IRA (DAY OF WRATH)

PERÍODO NEGRO DE INQUISIÇÃO, IMPOSTO
IMPÍEDOSAMENTE PELA IGREJA ROMANA


Sinopse
Dia de Ira conta a história de Ruy de Mendoza, um xerife que se depara com uma série de assassinatos brutais de membros da nobreza espanhola do século XVI. Antes que Mendoza possa confirmar a identidade das vítimas, os corpos desaparecem sem deixar rastro e a cena do crime é deixada sem nenhuma pista. O mais estranho é que todos na vila, inclusive o governador Dom Francisco Del Ruiz, o Inquisitor Frei Anselmo e até mesmos as viúvas agem normalmente, como se os assassinatos não tivessem ocorrido. Nesse período negro de Inquisição, uma conspiração ameaça destruir a base da sociedade em que vivem e o único que parece querer descobrir a verdade acabou tento também o seu Dia de Ira.

terça-feira, outubro 6

HUMOR

Para acabar com as desculpas de não ir à Igreja no domingo, o pastor resolveu facilitar a vida de seus membros...

As medidas tomadas serão as seguintes:
1 – serão colocados colchões no hall de entrada para aqueles que dizem que: "O domingo é o único dia que os queridos tem para dormir até mais tarde"
2 - Haverá uma seção especial com cadeiras almofadadas para aqueles que sentem que os nossos bancos são muito duros e desconfortáveis.
3 - Colírio estarão disponíveis para aqueles com os olhos cansados de assistir TV sábado à noite..
4 - Parentes e amigos estarão presentes para aqueles que não podem estar na igreja porque tem que preparar o almoço...
5 - Médicos e enfermeiros estarão presentes para aqueles que pretendem ficar doentes no domingo.
6 - O santuário será decorado com símbolos do Natal e da Páscoa para aqueles que nunca viram a igreja sem eles.
7 - Nós iremos fornecer aparelho auditivo para quem não pode ouvir o pregador e algodão para aqueles que pensam que ele fala alto demais!
8 – Chamaremos um táxi para buscar e levar os irmãos para casa, quando estiver chovendo.
9 – Disponibilizaremos mini-rádios para que os irmãos possam acompanhar a partida de futebol, sem perder nenhum lance.
10 – Cuidaremos para que o sermão não dure mais do que 30 minutos para não cansar os irmãos.
11 – Teremos disponível, no final do corredor, café e quitutes variados para aqueles que ficarem com fome.

coisas que nunca se houve na igreja

1 - Ei! Hoje é meu dia de sentar no banco da frente.
2 - Sou voluntário para ser o professor permanente da classe de juniores da Escola Dominical...
3 - Resolvi este mes, ficar com 10% do meu salário e dar 90 % dele para a obra missionária...
4 - Que incrível!!! Hoje todos os membros da igreja vieram ao culto...
5 - Pastor, gostaríamos de lhe enviar para um Encontro de pastores nas Bahamas.
6 - Pastor, seu sermão de 40 minutos foi muito pouco, pode extender para mais 1 hora?
7 - As crianças da nossa igreja são as mais bem comportadas da cidade...
8 - Resolvi doar "Todas" as coisas que não uso mais para o bazar de caridade da nossa igreja...
9 - Vou doar uma geladeira novinha para aquele irmão que está precisando...
10 - Vou convidar um mendigo para almoçar lá em casa hoje!


HUMOR - PARA DESCONTRAIR
1 -O canibal entra no gigantesco restaurante do transatlântico de luxo. Um garçom vem atendê-lo:
— Gostaria de ver o menu, senhor?
— Não. Pode trazer a lista de passageiros mesmo...

2 - O menino canibal, ao ver um avião, pergunta para a mãe:
— Mãe, aquele passarinho grande ali é bom para comer?
— Não, meu filho! Só o recheio!

3 -Um canibal estava sofrendo de fortes dores no estômago e resolveu procurar o curandeiro de sua tribo. Após examiná-lo durante algum tempo, o curandeiro sentenciou:
— Você vai ter que fazer um regime!
— Regime? — espanta-se o canibal. — Que tipo de regime?
— Durante as próximas 14 luas, você só poderá comer carne branca.
— Peixe e frango?
— Não. Alemão, sueco, holandês...

4 - Um brasileiro e um argentino foram os únicos sobreviventes de um desastre aéreo no Saara, depois de uma semana de uma longa caminhada o brasileiro achou uma lâmpada mágica, o argentino com toda arrogância tomou a frente e foi logo esfregando, surge então um Gênio:
— Vocês tem dois pedidos;
O argentino já foi dizendo:
— Quero que faça um muro de 1000 metros de altura em volta da minha linda argentina para nos isolarmos destes vizinhos brasileiros!
Então o Gênio disse que o pedido tinha sido aceito. Colocou o muro em volta da argentina e se voltou ao brasileiro e disse:
— Qual é seu pedido?
E o brasileiro responde:
— Enche tudo de água!



segunda-feira, outubro 5

POBRE ILUSÃO

Papa afasta padre envolvido em falsas aparições de Maria

Seis meninos pastores, hoje adultos, afirmaram em 1981 que Maria tinha aparecido com Jesus nos braços


SARAJEVO - O papa Bento XVI afastou do sacerdócio o padre Tomislav Vlasic, por ter promovido falsas aparições marianas em Medjugorje, no sul da Bósnia-Herzegovina, e pela suspeita de imoralidade sexual, informou a imprensa local.

O jornal Dnevni list, da cidade de Mostar, informou que Vlasic foi proibido de desempenhar qualquer tipo de atividade apostólica e de dar declarações sobre temas religiosos, sobretudo do "fenômeno de Medjugorje".

Ele também foi proibido de professar doutrina da fé e de oferecer conselhos espirituais, segundo a fonte, que cita uma carta dos dignatários franciscanos dirigida aos provinciais na Bósnia-Herzegovina, Croácia e Itália.

Vlasic supostamente é culpado de imoralidade sexual por ter engravidado uma freira e está sob suspeita de heresia, cisma, doutrinas suspeitas, manipular consciências, misticismo e desobediência às ordens legítimas.

Após ter se recusado a cooperar com a investigação, esteve confinado por um tempo a um mosteiro em L'Aquila (Itália), onde foi proibido de ter qualquer comunicação, inclusive com os advogados, sem o consentimento prévio dos superiores.

Desde que Maria supostamente apareceu em 1981 nos arredores de Medjugorje, a aldeia se transformou em um próspero ponto turístico visitado por milhões de peregrinos.

O Vaticano, no entanto, nunca reconheceu o "milagre".

Seis meninos pastores, hoje adultos, afirmaram então que Maria tinha aparecido com Jesus nos braços, segundo a versão dos franciscanos dessa zona, e desde então transmite mensagens periodicamente. Os videntes afirmaram que a mãe de Jesus apareceu 40 mil vezes em 28 anos.

http://www.estadao.com.br/vidae/not_vid409776,0.htm

ADEUS LENIN



Folheando uns antigos jornais que tenho aqui em casa, encontrei um exemplar de a "Voz dos Mártires" de junho de 79 e encontrei um testemunho comovente da graça e do amor de Deus, que passo a relatar aqui, conforme está escrito.

COMUNISTAS ENCONTRAM A CRISTO


Comunistas não somente odeiam cristãos e judeus, mas também odeiam-se mutuamente. Aconteceu certa vez que 5 comunistas russos foram postos em uma cela por seus próprios camaradas. Enquanto esperavam a execução, um deles, andava de um canto para o outro da cela, sussurrando e cantando só estas palavras: "seguros nos braços de Jesus". Os outros 4 perguntaram pelo significado daquela cançã, mas ele o desconhecia. Só se lembrava, que sua mãe cantava uma canção que começava assim. Outro comunista disse:"Eu vi um quadro de Jesus certa vez, com seus braços estendidos na cruz. Agora eles sabiam duas coisas: "Que Jesus havia morrido com seus braços estendidos na cruz e que em seus braços estavam seguros. (ALELUIA) Um terceiro russo disse:" Nós chamamos o primeiro dia da semana de "VOSKRESENIE", que quer dizer em russo "ressurreição". "Será que aquele que ressuscitou da morte é o mesmo que morreu com seus braços estendidos na cruz? Será que isso nos daria segurança na morte?"
ASSIM OS COMUNISTAS reconstruíram o evangelho através de fragmentos dele mesmo.
Eles morreram cantando, "Seguros nos braços de Jesus". Aleluia!

Extraído A Voz dos Mártires - 79

NÃO PERMITA


Que o amor a Jesus venha a diminuir em sua vida, e aqueles preciosos momentos com ele se tornem tão escassos, que já não fazem mais falta prá você.
Que o zelo que você tem com a sua igreja venha a desaparecer...
Que uma discordância que tenha tido com alguém se transforme em inimizade...
Que a frieza espiritual descambe para os "abaixo de zero"...
Que uma advertência necessária feita a você se transforme numa maldição...
Que os outros o vejam como "cristão de 3ª classe".
Que sua lingua seja depósito de palavras torpes.
Que por sua maneira de viver, alguém se afaste de Cristo.
Não Permita...
Que uma simples dor de cabeça o impeça de ir à casa de Deus.
Que o vírus do orgulho se instale no seu coração.
Que os problemas da vida o tornem amargo e depressivo.
Que o seu "gênio" o derrote
Que os outros paguem por um erro que você cometeu.
Que os maus pensamentos encontrem terreno fértil em sua mente.
Que você venha a ser tido como sendo sempre do "contra".
Que por sua falta de interesse, algo importante não venha a se realizar, principalmente na obra de evangelização.
Que um pecado se torne hóspede permanente em sua "casa" sem pedir perdão a Cristo.
Que a preguiça o faça chegar atrasado a seus compromissos, principalmente os que fizer com as pessoas.
Que passe um dia sem testemunhar do amor de Deus.
Que o egoísmo o distancie dos que precisam de ajuda e de um estender de mãos.
Que o seu dia transcorra sem nem um minuto de oração.
Que o seu coração endureça a tal ponto que o dinheiro se torne descarado ídolo.
Que a sua família seja a última a saber dos seus planos.
Não permita, que a amizade com Deus seja lembrada só nas horas mais negras de sua vida.
Não permita que a falta de iniciativa, seja a pedra que o jogará no abismo da inutilidade.
Que sua fé seja minada por "irmãos" que já não creem no poder de Deus.
Não permita que seus valores sejam subjugados pela vaidade, conformismo, ansiedade e outros males que o diabo queira jogar sua mente. Tome sempre o capacete da perseverança da salvação.
Não permita que o materialismo, disfarçado de prosperidade ocupe o centro das suas atenções. Viva com menos, doe mais.
Texto adaptado
"O Jardim das Oliveiras" - 1975

FOTOS PESSOAIS




NÃO CHORES


Porque, Jesus Cristo, o Filho de Deus vivo disse à Marta e a Maria, que choravam há quatro dias, a morte de seu irmão Lázaro: " Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?"
Não chores, porque a respeito da verdadeira vida e do único caminho para o céu, o Senhor Jesus afirmou:"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida. Ningu´´em vem ao Pai, senão por mim".
Não chores, porque sobre o sofrimento que nos fere profundamente neste mundo, o Varão das dores, nos conforta dizendo que no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, que ELE venceu o mundo.
Não chores, porque Jesus Cristo, o autor e consumador da nossa fé, disse à viuva de Naim: "Não chores, e fazendo parar o enterrp, ressuscitou do caixão, o único filho daquela pobre mulher, já a caminho do cemitério.
Não chores, porque Jairo, homem religioso mas triste com a notícia da morte de sua filha, Jesus falou: "Naõ temas, crê somente" - e ressuscitou sua filha.
Não chores, porque Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador convidou assim a todos os tristes e atribulados em todo o mundo:"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei.
Não chores, porque em Jesus Cristo está a a alegria, a esperança, salvação, vida abundante e vida esterna para todos os que creêm.
Não chores... mas se não puderes reprimir as lágrimas, porque a fdor é muito grande, porque a separação é cruel, porque a saudade e o amor tão humanos te torturam... porque Jesus também chorou.
... então deixa que o teu pranto desafogue as suas mágoas, mas que as lágrimas dos teus olhos diante de Jesus Cristo, o sol da justiça, produzam um arco-íris em tua alma, e receba pela fé em teu coração, o Filho de Deus, o ùnico Salvador, que também disse:"Bem-Aventurados os que choram, porque eles serão consolados".
Extraido - JPV

sexta-feira, outubro 2

2016

Ano das Olimpíadas no Rio de Janeiro. Será que isso vai ser mesmo bom para o Brasil? Será que as pessoas vão colocar um pano para tapar as favelas da cidade? Tanta coisa precisando ser melhorada num país com cofres sendo arrombados pela política brasileira.... Não vejo que benefícios nosso país irá colher disso tudo.
Só espero que o Rio de Janeiro pelo menos faça uma abertura dos Jogos Olímpicos, bem inteligente e criativa. Já pensou uma abertura; com tiroteio, bala perdida, carnaval e mulher pelada se exibindo, bandido descendo e subindo os morros com policiais e carro blindado fazendo uma faxina ao recolher drogas?

EVANGELIZANDO COM FOLHETOS

Você sabia, que João Ferreira de Almeida, o irmão que traduziu a Bíblia do Latim para a língua portuguesa, converteu-se a Jesus quando leu um folheto sobre “As diferenças entre o Catolicismo e o Cristianismo”? Então querido irmão, não devemos ignorar essa tão preciosa ferramenta que Deus tem colocado a nossa disposição.
O QUE FAZER ANTES DE ENTREGAR UM FOLHETO?
1º – Leia todos os folhetos que pretende entregar, se for mais de um título utilizado, pois pode ocorrer que você seja questionado acerca do assunto que há nele. Imagine a pessoa a quem você vai entregar um folheto lhe perguntando algo sobre ele e você não tendo conhecimento do conteúdo, é grave não é? Portanto leia-o.
2º – Antes de começar a entregar os folhetos, ore e peça direção a Deus de como e onde realizar o evangelismo, principalmente se você vai fazer um evangelismo pessoal. Evangelismo pessoal é aquele em que você gasta tempo com a pessoa que recebe o folheto pregando pra ela, e que é bem diferente de simplesmente sair distribuindo folhetos. Após entregar o folheto Interceda em oração pelas pessoas que lerão os folhetos.
3º – Não entregue os folhetos como se estivesse distribuindo uma propaganda deste mundo, sempre pergunte: “O senhor (a) aceita ler uma mensagem da Palavra de Deus?”. Se a pessoa lhe responder verbalmente “sim”, entregue o folheto. Você não deve ter medo de ninguém, pois em Ezequiel 3:9 diz: “Fiz como diamante a tua fronte, mais forte do que a pederneira; não os temas, pois, nem te assombres com os seus rostos, porque são casa rebelde.”

INTERVENÇÃO DIVINA?

Extraordinária intervenção divina

Marvin Olasky | 22 Setembro 2009
Media Watch - Outros

Quando um furacão ataca, quatro séculos de história da imprensa passam diante dos meus olhos.

Os jornalistas adoram eventos incomuns: Notícias como "Homem morde cachorro" são sensação. Então, como é que os repórteres reagiram a uma surpresa que ocorreu na cidade de Minneapolis no mês passado?

Fatos: Uma assembléia da Igreja Evangélica Luterana nos Estados Unidos (conhecida pela sigla ELCA) aprovou em votação a ordenação pastoral de homossexuais praticantes no mês passado. A meteorologia havia indicado que não estava para ocorrer nenhuma tempestade pesada. Além disso, nenhum furacão havia atingido o centro da cidade de Minneapolis por um longo tempo - pelo menos, por 90 anos, de acordo com um arquivista. Apesar disso, quando os líderes luteranos se reuniram, um furacão danificou o teto do centro de convenções de Minneapolis onde eles estavam reunidos e derrubou a cruz da igreja ao lado, que era a anfitriã do evento.

Nos dias seguintes, li uma variedade de relatos sobre o evento. Eis uma pesquisa rápida da cobertura, desde a direita (certeza da ação justa de Deus) até a esquerda (qualquer menção de furacão tem de ser omitida, pois é certo que qualquer deus que exista não agiria dessa forma):

* John Piper, pastor e escritor de Minneapolis, fez uma análise da notícia com base na Bíblia, no padrão do jornalismo do século XVII. (Em 1681 uma reunião geral de pastores de Massachusetts exortou cuidadosa cobertura de "conhecidas providências [ou eventos]", inclusive "juízos divinos, tempestades, inundações, terremotos e raios como incomuns...") Citando a análise que Cristo fez da queda fatal da torre de Siloé (Lucas 13), Piper escreveu que "o furacão em Minneapolis foi um aviso gentil mas firme para a ELCA e todos nós: Arrependam-se da aprovação ao pecado. Arrependam-se da promoção de condutas que levam à destruição... Regozijem-se no perdão da cruz de Cristo e seu poder para transformar pecadores esquerdistas e direitistas".

* Uwe Siemon-Netto, blogueiro e ex-editor de assuntos religiosos da UPI, disse que a assembléia da ELCA foi "vergonhosa", mas não concluiu de forma absoluta que Deus enviou o furacão. Ele escreveu: "Não consegui deixar de sorrir: Isso foi realmente algo do estilo do Antigo Testamento: Deus às vezes usa a natureza para falar diretamente sobre um assunto. É claro que teremos de crer nessas coisas a fim de entender suas conseqüências. Se por outro lado aceitarmos as verdades da Bíblia só seletivamente, como fez a maior parte dos líderes luteranos em Minneapolis, então esse incidente poderia ter sido apenas uma ocorrência casual - sabe: tão casual quanto o início do universo".

* O jornal The Philadelphia Inquirer noticiou o evento e fez uma interpretação, com um toque negativo com a palavra "até": "Alguns conservadores até viram sinais de ira divina quando um furacão atingiu o Centro de Convenções de Minneapolis horas antes da votação". A Associated Press também noticiou o incidente, mas de um modo mordaz: "Era inevitável que se fizessem algumas piadas sobre a ira de Deus. 'Estamos confiantes de que o quadro meteorológico não seja indício de que Alguém esteja querendo dizer algo sobre o que estamos fazendo', disse o Rev. Steven Loy, que estava ajudando a supervisionar a assembléia".

* O jornal Minneapolis Star Tribune noticiou o furacão, mas fez pouco caso: "De forma geral, a tempestade passou despercebida dos 2.000 luteranos envolvidos". (Humm... Julia Duin do jornal Washington Times comentou que "dentro do centro, o Bispo Mark Hanson, presidente da ELCA, leu o Salmo 121 - que fala sobre o cuidado e amor de Deus - para a tensa assembléia".) O jornal The New York Times deu a opinião da extrema esquerda: Omitiu completamente toda menção do furacão, muito embora tenha publicado dois artigos totalizando 1.462 palavras e concluído o segundo com palavras de um pastor luterano a favor ordenação de pastores gays: "Vamos parar de deixar as pessoas para trás e vamos ser a família que Deus está nos chamando para ser".

Em que posição você estaria nessa variedade de opiniões? Onde é que estou? Piper está certo: Deus controla os ventos. Portanto, qualquer furacão é um aviso para todos nós de que não controlamos nem mesmo a hora seguinte de nossas vidas. Mas precisamos ser cautelosos antes de citar ataques ou ausências de furacões como provas de que Deus está de forma específica favorecendo o não. Os pastores episcopais que aprovam o pecado não deveriam descansar tranqüilos só porque suas assembléias não estão sendo atingidas por furacões. Na revista World evitamos declarar como fato aquilo que não pode ser provado a partir da Bíblia ou de observação cuidadosa, mas não seguimos o New York Times, que ignora as extraordinárias intervenções divinas.

O fato de que o furacão que atingiu Minneapolis não tenha matado ou ferido seriamente ninguém é mais um exemplo da miraculosa misericórdia e persistente paciência de Deus. A Bíblia avisa a todos nós, de modo que não precisamos de furacões - mas às vezes precisamos. Obrigado, Deus, por não nos dar o que merecemos. Ajude mais de nós a nos apegarmos a Cristo de forma que não colhamos furacões, nesta vida ou na próxima.


Traduzido e adaptado por Julio Severo
http://www.midiasemmascara.org/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

FIQUE POR DENTRO