مرحبـاً Selamat Datang Welcome Bienvenue Добро пожаловать Bienvenidos Sejam Bem-vindos

ANTES DA SUA MORTE





O que eu preciso fazer para ser salvo?
Esta é uma pergunta que tem sido feita por
muitas pessoas e a resposta encontramos
claramente na palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.

No livro de Atos dos Apóstolos no capítulo16
e versículos 29,30 e 31 - texto que menciona

um carcereiro.

Encontramos uma resposta
bem direta para esta pergunta:
Tendo ele pedido luz, saltou dentro e, todo trêmulo,
se prostrou ante Paulo e Silas e, tirando-os para fora, disse:
 Senhores, que me é necessário fazer para me salvar?
Responderam eles: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.
Ensino semelhante encontramos em João 3.16:
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu
o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele
crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Fica claro então que para ser salvo basta crer em
Jesus, mas o que é crer em Jesus?

Podemos definir que crer em Jesus está divido
em três principais etapas:

1º - Aceitá-lo como seu único e suficiente Salvador
Nesta etapa você está declarando que
Jesus é o único capaz de conduzí-lo a
salvação, este ato deverá marcar o ponto
de renúncia deste mundo e a sua entrega total ao Senhor Jesus.
2º - Obedecer a sua palavra
Muitos aceitam a Jesus, mas não estão
dispostos a obedecê-lo, ou fazem com reservas.
A obediência à palavra de Deus é um mandamento
 e foi bem expressa por Jesus no livro de João 3.3.
Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te
 digo que se alguém não nascer de novo,
não pode ver o reino de Deus.
Nascer de novo aqui expressa morrer para
 as coisas do mundo e nascer para as
coisas de Deus, logo se você está com
 Deus implica em obedecê-lo.

3º - Permanecer fiel a ele até o fim.
Esta etapa é apenas a permanência da
 etapa anterior, ou seja, permanecer obediente até o final.
Portanto, crer em Jesus não é um gesto da
boca para fora, implica em mudança de vida
e total submissão à palavra de Deus, só
 assim poderemos afirmar que cremos
em Jesus e verdadeiramente seremos salvos.
Que Deus, com sua infinita misericórdia possa
abençoar você e a sua família.

Você quer aceitar a Jesus como seu Senhor e Salvador?
CONTINUE LENDO:
O que é aceitar Jesus?
Você já foi convidado para muitas coisas nesta vida, certo?
Para alguns desses convites você disse sim e a outros não.
 Hoje eu estou fazendo um novo e especial convite
para você, aceitar a Jesus como seu Senhor e Salvador!
Mas o que é aceitar Jesus?
Aceitar a Jesus é a expressão usada pelos evangélicos
 para indicar duas coisas:

1º - Aceitá-lo como Salvador
Neste primeiro caso você estará concordando que
 é pecador, precisa de salvação, que o sacrifício
de Jesus na cruz é suficiente para garantir a
 sua salvação e com isto não necessitará da
intervenção ou intercessão de qualquer outro
por mais privilegiado que possa parecer.
É um ato de humildade, arrependimento e fé.

2º - Aceitá-lo como Senhor
Neste segundo caso você estará renunciando
as coisas deste mundo para servir exclusivamente
ao Senhor Jesus. Diz respeito ao plano prático da fé.
Não é uma expressão da boca para fora; também
 não é apenas ir a uma igreja ou ser chamado
de evangélico, envolve uma completa submissão
 ao nome de Jesus,  sua palavra (bíblia sagrada) e a sua vontade.
Ao aceitá-lo como Senhor estamos nos colocando
 na posição de servo para obedecer a sua palavra
e renunciar nossas antigas crenças, costumes, hábitos
 e comportamentos que nos afastavam do Senhor Jesus.
A Bíblia usa o termo nascer de novo, para indicar que
há necessidade de morrermos para o mundo e
 nascer em nova vida para Jesus.
O ato de aceitar Jesus como seu Senhor e
Salvador lhe garantirá de imediato a salvação
 de sua alma e é o único caminho que temos
 para nos livrar da condenação do inferno e chegarmos
 ao céu.
O convite está feito, porém, a decisão é exclusivamente
 sua. Ninguém poderá forçá-lo a aceitar Jesus,
 até porque é algo que tem de que permanecer
 até a sua morte ou até a volta de Jesus.
O que achou do convite? Se você ainda não
entregou a sua vida para Jesus e quer aceitá-lo
 agora mesmo, faça esta simples oração de entrega:
Essa é uma oração de poder, que fará sua vida
totalmente diferente. Ela agora pertencerá a
 Jesus Cristo, aquele que cuida dos seus.
A bílbia diz que quando uma alma se converte
 a Deus há uma grande festa no céu. Sua
 vida é muito importante para continuar como está.
 Entregue-se ao Todo Poderoso e pratique as primeiras obras.

Ore assim:
Senhor, eu te peço perdão por todos os meus pecados,
confesso que Jesus Cristo é o único Senhor e
Salvador e que sou um pecador. Tenha misericórdia
de mim, mude a minha vida e me transforme. Entrego
a minha vida nas suas mãos e te peço que faça a
sua vontade. Eu quero te conhecer mais profundamente
 e quero ser feliz. Encha-me de Paz , felicidade e
alegria. É o que eu te peço, em nome de Jesus. Amém.
Agora procure uma igreja que seja fiel a Palavra do
 Senhor e tenha comunhão com outros cristãos.
 Deus abençoe a todos.


The Door to Eternity (Luke 16:19-31)

 Printer-friendly version Send to friend
The death of a neighbor, a friend, or a loved one brings
us face to face with eternity. We dare not honor the life and death
of another without being reminded of the fact that we, too, will
die. The Bible teaches us that death is a kind of door leading
to eternity. There is much that is mysterious about eternity,
but the story which our Lord told in Luke chapter 16 opens
the door, and enables us to learn some important lessons
concerning the relationship between life now and life in eternity.
 

The story our Lord told was directed toward a hostile
audience. It was aimed at a particular group of religious
people, known as the Pharisees. Luke tells us that they
 were "lovers of money" and that they were scoffing at
His teaching (verse 14). They were also those who
 were proud of their knowledge of the
Old Testament, thinking they knew much
 more about their Scriptures than others (John 7:47-49).
The story is one which may be familiar to you. It is
 about two very different men, who in their lives lived in
close proximity to each other. The first man was
named Lazarus; we are not told the name
of the second man, only
 that he was a rich man in life.

Their lives are contrasted in three different ways:
. In life--verses 19-21

2. In death--verse 22
3. In eternity--verses 23-31
The story has many lessons for us, but I wish to focus on just five:
1. First, eternity is where earthly wrongs or
injustices are  made right.
2. Second, our eternal destiny is not what 
most people  expect. Eternity  will come as a shock and
a surprise  to many, who think that  they are going to
heaven, and  find themselves in hell.
3. Third, our eternal destiny is not determined by 
those  things by which our society measures
"success" and  "significance." By human 
estimates, it would have  been Lazarus,
the poor and miserable  man, who  would
have suffered eternally, and the rich man  who
would have lived in comfort.

4. Fourth, our eternal destiny is sealed by a
 decision  we  make in life, and cannot be reversed after death.
5. Fifth, the decision involves the acknowledgment
 and  repentance of our sins, and trust in the person
and work of  Jesus Christ, who died rise from the
dead and proclaim  the  good news of the gospel
 and warn men  of eternal judgment.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

FIQUE POR DENTRO