مرحبـاً Selamat Datang Welcome Bienvenue Добро пожаловать Bienvenidos Sejam Bem-vindos

sábado, janeiro 12


CUSTOS...
DAVID LIVINGSTONE
Às vezes, o casamento com alguém chamado por Deus vem com um preço especial. Tal foi o caso de Maria Moffatt Livingstone, esposa do Dr. David Livingstone, missionário, talvez o mais célebre no mundo ocidental. Maria nasceu no continente africano, como a filha de Robert Moffatt, o missionário que inspirou Livingstone a ir para a África. Os Livingstones casaram-se na África, em 1845, mas os anos que se seguiram foram muito difíceis para Maria. Finalmente, ela e seus seis filhos voltaram para a Inglaterra para que ela pudesse recuperar a saúde. Livingstone então,mergulhou mais fundo no interior Africano. Infelizmente, mesmo na Inglaterra, Maria viveu na pobreza com sua família. As dificuldades e separações longas, tomaram seu pedágio na vida da Sra. Livingstone, que morreu quando contava apenas 42 anos. 
Extraído.

sexta-feira, janeiro 11

FAMIGERADO PRECONCEITO

Berlim 1936 - O negro que humilhou Hitler

Era para ser o momento supremo do líder nazista e chanceler alemão Adolf Hitler, que esperava que sua raça ariana demonstrasse que eram os melhores atletas do mundo.

É de imaginar seu desgosto quando o velocista negro Jesse Owens, considerado pela ideologia nazista como algo "não humano", ganhou quatro ouros - 100m, 200m, revezamento 4x100m e salto em distância.

Nesta última prova, o americano recebeu uma ajuda inesperada, com as dicas do alemão Lutz Long, que a acabou se tornando seu amigo, superando todas as diferenças ideológicas.

Owens já havia batido três recordes mundiais no ano anterior, nada mal para um homem que fumava um pacote de cigarros por dia.

Apesar de Hitler não ter entregado uma medalha a Owens, eles se conheceram numa recepção com outros vencedores dos jogos na chancelaria, o que não foi registrado pelas câmeras.

No entanto, como Owens recordou mais tarde, de volta aos Estados unidos, teve de continuar a entrar pela porta traseira dos ônibus, já que os negros não podiam sentar nos bancos da frente.

Owens abriu uma firma de relações públicas e recebeu uma medalha por sua luta pela liberdade. Morreu aos 66 anos por causa de um câncer de pulmão em 1980

segunda-feira, janeiro 7


DEIXAR  TUDO
Sofonias 1:18
 Quando, em 12 de setembro de 1857, em conseqüência de um violento temporal perto do Cabo Hatteras, foi a pique o navio "Central América", com quase 600 passageiros a bordo. Havia entre eles muitos homens que vinham das minas de ouro da Califórnia. Eles traziam cinturões nos quais guardavam seus tesouros. Agora, no momento do perigo iminente, desfizeram-se dos cinturões e o lançaram sobre o convés, e quem quisesse poderia levá-los. Pois, esse peso, atado ao corpo, ia levá-los à morte segura. Outros tinham bolsas que guardavam valores de milhares de dólares, e estas também foram abandonadas e ninguém as tocou. Também as malas foram abertas e o metal resplandecente foi derramado sobre o chão.
Um dos mineiros abriu um saco de viagem e esvaziou seu conteúdo. Era ouro em pó, no valor de 20.000 dólares. Ao mesmo tempo que fazia isso, disse que quem quisesse satisfazer-se de ouro, poderia levá-lo. Mas todos o deixaram de lado como se fosse pó da terra. – Our First Century.ora
Como se torna supérfluo, na hora de um confronto mortal, os bens materiais.   Que ironia!!!!!!!!!   Na bonança, as pessoas até matariam pelo ouro, mas em face da preservação da própria vida, ele se torna completamente sem valor...

domingo, janeiro 6

NÃO SERÃO ACEITAS DESCULPAS...
ELE MORREU POR MIM . . .

Uma história muito interessante foi contada depois da guerra, de um homem que viajou centenas de milhas a um dos campos de batalha para estar ao lado da sepultura de um soldado que havia sido morto naquele campo. Ele estava ajoelhado sobre a sepultura, as lágrimas correndo pelas faces. A epígrafe que ele havia colocado contém a história. Havia na lousa o nome do homem e em baixo estava escrito. "Ele morreu por mim."
O homem que estava ali ajoelhado tinha sido convocado. Mas ele tinha uma esposa doente e também um filhinho. Então o vizinho veio e disse: "Fique em casa, e eu vou à guerra, em seu lugar." Lutou heroicamente, foi morto e descansa agora na sepultura. A longa jornada, a lápide dispendiosa e as lágrimas contavam a gratidão deste homem para com o seu vizinho que morreu por ele. O homem ao lado da sepultura vivia porque o outro havia morrido em seu lugar.
Nós somos herdeiros dos Céus e da glória porque Jesus morreu por nós. Há um motivo maravilhoso para a consagração de nossas vidas, se compreendermos na verdade que somos de Cristo – redimidos por Ele ter dado a Sua vida por nós. – Seleto.

sábado, janeiro 5

ATÉ ONDE VAI A MALDADE HUMANA...

Massacres e ataques sexuais

 (e pedófilos) na Síria também

 foram comuns nas guerras do Líbano e do Iraque

Acabei de ler o relato da ONU sobre a repressão
 das forças de Bashar al Assad. Ao todo, foram
 mortas 256 crianças, de acordo com o
levantamento conduzido pelo brasileiro Paulo
Sérgio Pinheiro. Um menino de 15 anos foi estuprado
 por agentes de segurança diante de seu próprio pai.
Adultos tiveram cigarros acesos introduzidos no ânus.
 Em outros casos, receberam choques elétricos e golpes
nas genitálias. Mulheres tiveram seus véus e suas calcinhas
 removidas dentro de suas próprias casas e na frente da família.
Eu escutei relatos ainda piores, de pênis sendo cortados
 e cabeças decepadas na região de Homs.
 Até aconselhei assistirem ao filme Incendies, da guerra civil libanesa.
Ontem Thomas Friedman escreveu corretamente
 que os outros países árabes implodem, mas
 a Síria explode. Concordo. E acrescento que não existe
 saída para a Síria. Não haverá uma solução
onde todos vivam felizes para sempre. A Síria é o Líbano de 1975,
o Iraque de 2003. Teremos anos de violência e milhares de mortes.
Podem falar em intervenção externa, sanções,
queda do regime, redemocratização, o que for. Tudo isso
 pode acontecer e aconteceu no Líbano e no Iraque.
 Mesmo assim, pessoas continuaram sendo mortas.
Leiam ainda

Alemães( de Hitlher) e Muçulmanos (do Talibã) são os maiores terroristas da humanidade. E OS ATEUS COMUNISTAS, FARINHA DO MESMO SACO.
PESSOAS QUE HÃO DE PRESTAR CONTAS...

Quais os dez piores crimes contra a humanidade?

por Fabiano Onça
Genocídio é o crime em que um grupo tenta aniquilar outro. Esse ódio é direcionado contra nações, grupos religiosos ou étnicos. Triste. E o pior: continua rolando. Em Darfur, no Sudão, cerca de 400 mil pessoas foram mortas nos últimos quatro anos por serem de grupos não árabes...
10. Hererós e Namaquas
QUANDO - 1904-1907
VÍTIMAS - 65 mil hererós e 10 mil namaquas
AUTOR DO CRIME - Alemanha
Foi o primeiro genocídio do século 20, na região onde hoje fica a Namíbia. Os poucos que não foram expulsos para o deserto de Kalahari acabaram nos campos de concentração, identificados por números e obrigados a trabalhar até a morte. Metade dos namaquas e 80% dos hererós foram mortos (os judeus perderam cerca de 35% de seu povo durante o massacre nazista). Um século depois, os alemães pediram desculpas, mas não ofereceram nenhuma compensação.
CRUELDADE - Os alemães ainda envenenavam os poços pelo deserto. Anos depois, ossadas foram achadas em buracos - as pessoas cavavam com as próprias mãos em busca de água.
9. Terror no Timor Leste
QUANDO - 1975-1999
VÍTIMAS - 150 mil timorenses
AUTOR DO CRIME - Indonésia
Quando essa ex-colônia portuguesa no sudeste da Ásia foi ocupada pela Indonésia, experimentou o inferno: plantações foram queimadas com napalm e seus reservatórios de água foram envenenados. E cerca de 20 mil pessoas "desapareceram". Mesmo em protestos pacíficos a repressão era brutal. Em 1991, 400 estudantes foram fuzilados em um cemitério por causa de uma passeata, diante de jornalistas do mundo inteiro.
CRUELDADE - Em 1999, antes de sair do Timor, milícias indonésias mataram 61 pessoas que estavam escondidas numa igreja. A atrocidade ficou conhecida como Massacre de Liquiçá.
8. Crueldade na Bósnia
QUANDO - 1992-1995
VÍTIMAS - 200 mil bósnios mortos, 2 milhões de refugiados
AUTOR DO CRIME - Milícias e exército sérvio
Quando a antiga Iugoslávia se separou em vários Estados, os sérvios tentaram abocanhar o máximo de território. Quem mais sofreu foram os bósnios. Discriminados por serem muçulmanos, milhares foram executados e enterrados em valas comuns, enquanto a Europa e os EUA só assistiam. Em Srebrenica, milícias sérvias, no nariz das tropas da ONU, mataram 8 mil homens entre 12 e 60 anos.
CRUELDADE - Cerca de 40 mil mulheres bósnias foram sistematicamente estupradas. E quando engravidavam eram obrigadas a dar à luz.
7. revolta Circassiana
QUANDO - Últimas décadas do século 19
VÍTIMAS - 400 mil circassianos mortos, 1,2 milhão de exilados
Império Russo
Por volta de 1860, os russos estavam terminando de dominar o Cáucaso e a região da Chechênia. Mas no seu caminho estavam os circassianos, povos muçulmanos. Foi quando o general Yevdokimov teve a brilhante idéia de "convidar" (leia-se obrigar) os nativos a se mudar para o vizinho Império Otomano. Para garantir que os montanheses fossem realmente embora, os soldados destruíram aldeia por aldeia.
CRUELDADE - A limpeza étnica foi tão completa que hoje ninguém mais na região do Cáucaso fala os idiomas dos povos circassianos.
6. Porajmos, a caçada aos ciganos
QUANDO - 1939-1945
VÍTIMAS - 500 mil romanis (ciganos)
AUTOR DO CRIME - Nazistas
Quando os nazistas chegavam aos acampamentos ciganos, matavam sem dó. Muitas vezes, eles nem faziam a seleção na chegada aos campos de concentração - acabavam com todos. Até hoje, os 500 mil ciganos mortos (na proporção, um grupo tão grande quanto o de judeus assassinados na Segunda Guerra) são pouco lembrados.
CRUELDADE - Um dos casos mais macabros do médico nazista Josef Mengele é o dos gêmeos ciganos Guido e Ina, costurados um ao outro, pelas costas, como siameses. A mãe matou os dois com morfina para terminar com o sofrimento.
5. Massacre em Ruanda
QUANDO - Abril de 1994
VÍTIMAS - 700 mil tÚtsis mortos e 200 mil refugiados; centenas de hútus mortos
AUTOR DO CRIME - Milícias hÚtus
Durante cem dias, milícias hútus promoveram um banho de sangue nesse pequeno país africano, na tentativa de exterminar os tútsis, outro grupo étnico. Além da barbárie, o que mais chocou o mundo foi a posição passiva da ONU e das grandes potências, que assistiram à carnificina sem intervir. Ao final, guerrilheiros tútsis tomaram o país. Aí, foi a vez de 2 milhões de hútus, com medo de vingança, deixarem a região.
CRUELDADE - A principal arma usada para matar os tútsis eram as machetes (facões). Milhares delas foram importadas da China meses antes, num ato calculado de preparação.
4. Morte em massa na Armênia
QUANDO - 1915-1917
VÍTIMAS - 1,5 milhão de armênios mortos, 500 mil deportados
AUTOR DO CRIME - Turcos otomanos
Na Primeira Guerra, acusados de traição e de conluio com os russos, 2 milhões de armênios foram obrigados a deixar suas casas e marchar até uma região desértica próxima da Síria, onde eram deixados para morrer. É considerado o primeiro genocídio moderno em larga escala, feito de forma organizada (serviu de inspiração para Hitler, que sempre o citava como exemplo). Até hoje, a Turquia nega o massacre.
CRUELDADE - Quem "escoltava" os armênios até o deserto eram grupos paramilitares formados por ex-presidiários, que estupravam, roubavam e matavam os exilados durante a jornada.
3. Sangue no camboja
QUANDO - 1975-1979
VÍTIMAS - 1,7 milhão de pessoas
AUTOR DO CRIME - Khmer Vermelho
Pol Pot, líder dos comunistas que tomaram o poder no Camboja, resolveu "limpar" o país não de uma etnia específica (embora minorias chinesas e vietnamitas tenham sido dizimadas depois), mas de todos os que pensassem de uma maneira anticomunista. Os intelectuais, monges e qualquer pessoa com uma profissão foram considerados "maçãs podres". Quem não foi fuzilado na hora foi para campos de reeducação, onde trabalhavam até a morte. É o mais famoso autogenocídio da História.
CRUELDADE - O desprezo pela vida marcava o lema do Khmer Vermelho: "Manter você vivo não nos traz nenhum benefício. Destruir você não será nenhuma perda para nós".
2. Genocídio ucraniano
QUANDO - 1932-1933
VÍTIMAS - 3 milhões de ucranianos
AUTOR DO CRIME - União Soviética
Decidido a transformar a Ucrânia e sua produção de trigo numa fortaleza do comunismo, Stálin resolveu "limpar" a região do que mais o incomodava: os ucranianos. Eles não podiam falar seu idioma, foram perseguidos pelo serviço secreto e deixados sem comida. Bandidos cobravam preços abusivos no mercado negro, crianças eram abandonadas e até canibalismo rolou no que ficou conhecido como Holomodor.
CRUELDADE - Stálin lançou a "lei das cinco espigas". Quem fosse preso pegando comida para si mesmo era acusado de roubar o Estado. Pena: dez anos de trabalhos forçados ou até a morte.
1. Holocausto judeu
QUANDO - 1939-1945
VÍTIMAS - 6 milhões de judeus
AUTOR DO CRIME - Nazistas
Além da quantidade, o mais assustador foi a forma quase industrial como os judeus foram massacrados. No auge dos campos de concentração, as roupas, dentes, cabelos e até os cadáveres eram reaproveitados pelos nazistas. Homens mais fortes trabalhavam até a morte, os "improdutivos" iam direto para as câmaras de gás e outros eram simplesmente executados (calcula-se em 1,4 milhão) em operações de "limpeza".
CRUELDADE - O massacre também se deu de outras formas. Cerca de 800 mil judeus morreram de febre tifóide, desnutrição e outras doenças ao ficarem confinados nos chamados guetos.
Extraído  Tob Mac

quinta-feira, janeiro 3


Pastores e lobos

dez 31, 2010
Autor:
Pastores e lobos têm algo em comum: ambos se interessam e gostam de ovelhas, e vivem perto delas. Assim, muitas vezes, pastores e lobos nos deixam confusos para saber quem é quem. Isso porque lobos desenvolveram uma astuta técnica de se disfarçar em ovelhas interessadas no cuidado de outras ovelhas. Parecem ovelhas, mas são lobos.
No entanto, não é difícil distinguir entre pastores e lobos. Urge a cada um de nós exercitar o discernimento para descobrir quem é quem.
Pastores buscam o bem das ovelhas, lobos buscam os bens das ovelhas.
Pastores gostam de convívio, lobos gostam de reuniões.
Pastores vivem à sombra da cruz, lobos vivem à sombra de holofotes.
Pastores choram pelas suas ovelhas, lobos fazem suas ovelhas chorar.
Pastores têm autoridade espiritual, lobos são autoritários e dominadores.
Pastores têm esposas, lobos têm coadjuvantes.
Pastores têm fraquezas, lobos são poderosos.
Pastores olham nos olhos, lobos contam cabeças.
Pastores apaziguam as ovelhas, lobos intrigam as ovelhas.
Pastores têm senso de humor, lobos se levam a sério.
Pastores são ensináveis, lobos são donos da verdade.
Pastores têm amigos, lobos têm admiradores.
Pastores se extasiam com o mistério, lobos aplicam técnicas religiosas.
Pastores vivem o que pregam, lobos pregam o que não vivem.
Pastores vivem de salários, lobos enriquecem.
Pastores ensinam com a vida, lobos pretendem ensinar com discursos.
Pastores sabem orar no secreto, lobos só oram em público.
Pastores vivem para suas ovelhas, lobos se abastecem das ovelhas.
Pastores são pessoas humanas reais, lobos são personagens religiosos caricatos.
Pastores vão para o púlpito, lobos vão para o palco.
Pastores são apascentadores, lobos são marqueteiros.
Pastores são servos humildes, lobos são chefes orgulhosos.
Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas, lobos se interessam pelo crescimento das ofertas.
Pastores apontam para Cristo, lobos apontam para si mesmos e para a instituição.
Pastores são usados por Deus, lobos usam as ovelhas em nome de Deus.
Pastores falam da vida cotidiana, lobos discutem o sexo dos anjos.
Pastores se deixam conhecer, lobos se distanciam e ninguém chega perto.
Pastores sujam os pés nas estradas, lobos vivem em palácios e templos.
Pastores alimentam as ovelhas, lobos se alimentam das ovelhas.
Pastores buscam a discrição, lobos se autopromovem.
Pastores conhecem, vivem e pregam a graça, lobos vivem sem a lei e pregam a lei.
Pastores usam as Escrituras como texto, lobos usam as Escrituras como pretexto.
Pastores se comprometem com o projeto do Reino, lobos têm projetos pessoais.
Pastores vivem uma fé encarnada, lobos vivem uma fé espiritualizada.
Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas, lobos perpetuam a infantilização das ovelhas.
Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
Pastores confessam seus pecados, lobos expõem o pecado dos outros.
Pastores pregam o Evangelho, lobos fazem propaganda do Evangelho.
Pastores são simples e comuns, lobos são vaidosos e especiais.
Pastores tem dons e talentos, lobos tem cargos e títulos.
Pastores são transparentes, lobos têm agendas secretas.
Pastores dirigem igrejas-comunidades, lobos dirigem igrejas-empresas.
Pastores pastoreiam as ovelhas, lobos seduzem as ovelhas.
Pastores trabalham em equipe, lobos são prima-donas.
Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a Cristo, lobos geram ovelhas dependentes e seguidoras deles.
Pastores constroem vínculos de interdependência, lobos aprisionam em vínculos de co-dependência.
Os lobos estão entre nós e é oportuno lembrar-nos do aviso de Jesus Cristo:
“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores” (Mateus 7:15)
Extraído - 

É impossível não se comover...


O TESTAMENTO
Em uma das primeiras ruas de Nova York havia uma bela residência que se encontrava vazia nessa ocasião, pois os moradores estavam em viagem. Uma noite entrou um assaltante. Conhecia perfeitamente a casa toda. Estava justamente ocupado em arrombar a escrivaninha do chefe da casa. Era um ato detestável, pois não era outro senão o próprio filho da casa!Ele tinha se entregado a uma vida de pecados. Desprezara as sérias advertências do pai. Sua maldade quebrantara o coração da mãe.Abandonara o lar porque seus irmãos o evitavam. Más amizades o instigaram contra seus pais. Julgando que o pai o quisesse deserdar,pretendia agora furtar o testamento paterno. Encontrou o que buscava.Em letras graúdas escrito num envelope: "Cópia do Testamento". Pela data, viu-se que fora feito logo após a última desinteligência do filho com o pai. Muito sério, o filho pôs-se a ler o testamento. Mas, que é que ele dizia?
"Meu amado filho Eduardo deverá receber toda a sua parte. Quero que seus irmãos e irmãs o acolham de novo, caso volte de seus desvarios.Digam-lhe que eu quis bem a meu rapaz, até o meu último alento."Ali estava o assaltante, confuso e prostrado. Com os olhos arregalados, fitou o estranho testamento que tinha nas mãos. Sua consciência foi atingida como por um raio reconhecendo como era um miserável, inteiramente indigno do amor de semelhante pai. Se tão-somente pudesse varrer de si a vergonha dessa noite! Mas já não era possível. A escrivaninha violada falava uma linguagem por demais eloqüente. Passaram-se os minutos, as horas. O desespero dilacerava o coração do pecador culpado. E quem sabe que saída teria o caso, se Deus, em Sua misericórdia, não tivesse vindo em socorro daquele filho pródigo? Não fora debalde que naquela casa se faziam orações, nem debalde que se lia a Palavra divina.

quarta-feira, janeiro 2

PERDÃO - PALAVRA MAIS PODEROSA QUE 200 kilos de dinamite e mais valiosa do que a Coroa Britânica.
Um pastor perdeu sua jovem esposa num trágico acidente automobilístico. Um outro automóvel atingiu o que ela dirigia e ela morreu instantaneamente. A motorista do outro carro, uma mulher mais velha, era claramente culpada pelo acidente. Ela, também, foi seriamente ferida no acidente, e os médicos só lhe deram 5% de chance de se recuperar. O jovem pastor que havia perdido sua esposa decidiu visitar essa mulher no hospital. Quando se apresentou pôde ver a dor e o remorso em seus olhos. Então, com uma voz mansa, disse: "Eu queria que a senhora soubesse que eu a perdoei pelo que aconteceu. Não guardo amargura alguma em meu coração para com a senhora. Gostaria de orar pela senhora e pedir a Deus que a cure". Então os dois curvaram suas cabeças e ele fez uma oração. Quando acabou, viu que a ansiedade havia desaparecido do rosto da mulher. Agora estava calma e cheia de paz. Daquele momento em diante a mulher começou a se recuperar, e logo estava pronta para deixar o hospital. As palavras de perdão do pastor trouxeram a cura para ela. Extraído WP
Um ateu, querendo ridicularizar um crente humilde e de poucas letras, perguntou-lhe: - Sabe você alguma coisa a respeito de Cristo? - Sim, pela graça de Deus! - foi a resposta. - Então, diga-me: quando nasceu Ele? E lá veio uma resposta errada. - Que idade tinha quando morreu? Nova resposta incorreta. E assim prosseguiram mais perguntas, e mais respostas erradas. E o ateu concluiu: - Está vendo? Você não conhece Jesus... - Há coisas a respeito de Jesus de que pouco sei - foi a resposta humilde do novo crente - mas de uma coisa estou muito seguro: três anos atrás eu era um dos piores beberrões desta cidade. Três anos atrás minha esposa era uma mulher infeliz e meus filhos tinham medo de mim como se eu fosse uma fera. Hoje eu sou um dos homens mais felizes do mundo. E minha família também é feliz. Isso Cristo fez por mim e disso estou bem certo. 18.2.2008
A Ganânica mata e escraviza.   A busca por sempre mais, está destruindo o ser humano, que nunca está contente com o que tem.  Que lástima!!!

Um conhecido psicólogo, especializado em aconselhamento financeiro, disse que com o declínio da fortuna de seus clientes, sua clínica prosperou. Ele declarou estar mais ocupado do que jamais esteve em 30 anos. Ele afirma que as pessoas ricas nunca estiveram tão alarmadas: “Elas acreditam que essa recessão é semi-permanente”. Pesquisas indicam que dinheiro e situação econômica lideram a lista dos fatores que provocam estresse, para 8 entre cada 10 pessoas, no mundo ocidental, e os mais ricos não estão imunes. O escritor Richard Peterson fala a respeito de um cliente, “cuja fortuna, antes estimada em U$ 400 milhões, hoje vale U$ 200 milhões! Pelo seu comportamento, você poderia pensar que se trata de alguém prestes a se tornar um morador de rua, uma sucata da sociedade. Está aborrecido por não poder mais manter seu jatinho privado. Está à beira da devastação, porque agora terá de voar de primeira classe em vôos comerciais!” O lema que prevalece no mercado de trabalho do século XXI parece ser: “Vida, liberdade e busca de apenas um pouquinho mais”. Compare essa filosofia com a convicção fundamentada na Bíblia: “Vocês são bem-aventurados quando estão satisfeitos em ser exatamente quem são – nem mais, nem menos. Neste momento vocês descobrem que são orgulhosos possuidores de tudo aquilo que não pode ser comprado” (Mateus 5.5 – tradução livre). Um rico empresário da Avenida Madison, em New York, caminhava ao longo da praia de uma comunidade litorânea em suas férias. O CEO notou um pescador ocioso, sentado ao lado de seu barco, sua pele bronzeada e curtida pelo sol, vento e água do mar. Ele parecia não ter pressa para fazer coisa alguma. Curioso com a falta de atividade do pescador, o empresário perguntou-lhe:
- Por que você não está pescando?
- Porque já peguei peixes suficientes para o dia de hoje - respondeu o pescador.
- Por que você não pesca mais do que precisa? - perguntou o empresário.
- O que eu faria com o excedente?
- Você poderia ganhar mais dinheiro e comprar um barco melhor; com isso, poderia ir mais longe mar a dentro, pegar peixes maiores, comprar redes de nylon e ganhar mais dinheiro. Em breve poderia ter uma frota de barcos e ficar rico como eu. 
O pescador ficou pensativo e depois perguntou: - E depois, o que eu faria?
- Você poderia descansar e desfrutar da vida. 
- E o que você acha que eu estou fazendo agora? - respondeu o sábio pescador. 
Querer mais, mais e mais! Nos principais centros de negócios do mundo, a atitude dominante parece ser: “Mais dinheiro, mais coisas, mais status!” Esse é um círculo implacável, sem fim, que gera cobiça e descontentamento, bem como úlceras e ataque cardíaco. Podemos comparar esse ponto de vista com a perspectiva oferecida pelo apóstolo Paulo: “Aprendi a estar satisfeito em qualquer circunstância” (Filipenses 4.11 – tradução livre). Robert D. Foster2.10.2009
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

FIQUE POR DENTRO